Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Heterossexuais » Ela se ofereceu para pagar o uber

Ela se ofereceu para pagar o uber

Publicado em 19/04/2021 por Casal sp

Ela se ofereceu para pagar o uber

Sem enrolar muito, eu vou contar o que aconteceu bem no meu aniversário de 18 anos. Meu nome é Patricia, sou uma morena de 1,60 de altura, bem bunduda e peituda, daquelas que você ou o seu marido vão olhar quando eu passar, pode apostar. Já meu namorado se chama Pedro, ele é um cara gostoso também, cabelo grande, alto e me leva a orgasmos maravilhosos todas as vezes que transamos…

Já um tempo atrás venho sentindo que nosso relacionamento se tornou monótono e entediante, e parecia que estava faltando alguma coisa para apimentar nossa relação… sempre perguntava a ele se ele queria conversar sobre algo que pudesse nos ajudar a sair daquela rotina e ele sempre negava. Fui um pouco invasiva e decidi procurar respostas sobre o que pudesse estar acontecendo no celular dele, e eu encontrei.

A creditem, o meu namorado adorava ver filmes e vídeos pornôs onde tinha um corno assistindo, uma mulher gostosa e o amigo do corninho sempre comendo aquelas mulheres bem gostoso… Logo imaginei que eu poderia dar tesão ao meu namorado de repente transando com outro homem na frente dele enquanto ele não podia fazer nada. Imaginar ele com tesão já me deixava bem molhada, sério, independente do que eu fizesse para o prazer dele.

Pouco depois de ter descobrido aqueles vídeos no celular dele, o dia do meu aniversário chegou, e decidimos sair para comemorar e nos divertir um pouco. Me arrumei de um jeito para fazer meu futuro corninho perceber o quanto outros homens me desejavam, então coloquei um body cavado nos meus peitos durinhos e suculentos e um shorte branco bem curto que marcava bem o meu rabo grande e gostoso com uma calcinha preta que ele adoraria ver outro homem pegando de jeito.

Resolvemos ir de Uber para um barzinho bem popular na minha cidade, onde encontramos algumas amigas minhas e uns amigos dele também.

‌Todo mundo bebendo e se divertindo enquanto eu maldosamente trocava olhares com um dos amigos dele. Por incrível que pareça, o melhor amigo dele era o cara que mais me atraia entre eles, e eu pude perceber que aquele cara queria me comer. O tempo inteiro, sempre que eu podia, olhava para ele e fazia carinha de safada, ajeitava meu cabelo e pegava nos meus peitos com cara de desejo, foi quando o meu corninho percebeu o que estava acontecendo e começou a prestar atenção. A gente foi pra pista pra dançar, eu comecei a rebolar passando meu rabo no pau do meu namorado sentindo o caralho duro dele rossando em mim enquanto eu olhava pro melhor amigo dele com cara de puta safada.
Mas eu já não podia mais aguentar, precisava fazer algo pra rolar alguma coisa entre nós…

Poucos minutos depois o amigo dele recebeu uma ligação que não pude identificar se era uma namorada ou uma esposa, talvez a mãe dele, bom, não importa, o que foi horrível foi que ele precisou ir embora.

Então decidimos pedir um uber pra voltar pra casa também.

Quando o uber chegou, entramos no carro e começamos a trocar olhares e sorrisos bem safados no carro, meu namorado por algum motivo tava com o fogo fora do normal, talvez o fato de ter sido meio corno por alguns minutos. Ele então colocou a mão no meu short e começou a fazer um carinho bem gostoso na minha buceta, eu resolvi retribuir batendo uma punheta bem gostosa pra ele.

Eu me segurava pra não gemer bem alto no fundo daquele carro, mas minha boceta estava muito molhada, era muito tesão eu não conseguia disfaçar, queria o pau dele me comendo ali memso. Quando olhei pro motorista, notei que ele tava olhando tudo pelo retrovisor e estava louquinho de tesão vendo a gente se pegando no fundo do carro. E claro, o meu corninho já tinha percebido e estava adorando tudo aquilo. Foi quando me levantei e fui no ouvido dele e perguntei se ele não queria vir para o banco de trás também.

O motorista era um coroa bem enxuto com uma cara de safado e que já estava de pau duro a muito tempo.

Ele obviamente aceitou, não ia perder a chance de foder com uma novinha tão gostosa como eu.

Ele então levou a gente até um lugar mais deserto, parou o carro e veio na minha direção me tratanto como uma putinha safada, pois ele sacou a parada e percebeu que meu corninho iria adorar.

Ele começou a tirar minha rouba e me batia feito uma puta me chamando de putinha cachorra. Quando olhei para o lado o meu corninho já estava com o pau na mão se masturbando e olhando pra gente, e quanto mais eu notava que ele estava satisfeito mais sentia vontade de foder com o motorista na frente dele.

O motorista que ainda estava de rouba me deu um tapa na cara quando tentei tirar sua roupa, pois ele disse que eu devia fazer o que ele pedia e não o que eu queria. Naquele momento eu me declarei a putinha dele.

Ele me colocou de quatro e fez eu ficar com a cara praticamente no colo do meu corninho e começou me chupar com força, eu conseguia ouvir as chupadas que ele dava na minha buceta, ele passava a língua no meu clitóris de um jeito tão gostoso que eu conseguir gozar em poucos minutos na cara dele. Eu rebolei tanto que ele não resistiu e até meu cu ele chupou, eu gemia e estremecia por dentro enquanto meu corninho só curtia se masturbando.

Ai o motorista me colocou pra chupar o pau dele, era grande grosso mas me esforcei bastante e enfiei aquela pica gigante inteira na minha boca e chupava as bolas dele, me faltava ar pra chupar o pau dele que era grosso e gostoso. Ele mandou eu levantar e começou a chupar meus peitos de novo, me fez ficar de quatro novamente, cuspiu na minha buceta pra lubrificar ainda mais, passou a cabeça da pica dele na minha boceta e enfiou aquele pau gostoso em mim.

Ahh, aquilo foi muito gostoso o pau dele entrava em mim de uma forma que eu me sentia muito arrombada, muito gostosa e desejada, o meu namorado estava delirando de prazer me vendo ser fodida por outro homem.

O motorista começou meter em mim com um ritmo mais lento pra que eu pudesse sentir ele inteiro dentro de mim, cada metida que ele dava na minha buceta eu gemia com a voz de puta que eu tinha naquele momento, de repente ele começou a meter mais rápido e com mais força e uma intensidade deliciosa. Quando eu tava perto de gozar virei minha buceta e coloquei na cara do Pedro que chupou minha buceta melada do gozo causado por outro homem.

Pedro pediu pro motorista gozar na minha cara enquanto ele me fodia, e o motorista concordou. Comecei sentar no pau do Pedro enquanto chupava o motorista inteiro e ouvia meu namorado me chamando de puta safada e muito gostosa.

E assim realizei o desejo do meu corno, comecei sentar no pau dele como uma cachorra no cio, e a cada rebolada que eu dava no pau do meu namorado eu via ele prestes a gozar, parava de vez enquanto pra dar uma mamada bem gostosa no motorista.

Ele me tirou de cima do pau dele e me mandou ajoelhar na sua frente e começou a bater na minha cara me xingando:

– “Você é uma putinha safada não é?”
– “Tá gostando de ver seu corninho quase gozando também sua puta?”
– “Sua cachorra gostosa”
– “Por mim eu te comeria todo dia desse jeito”

E desse jeito nós três gozamos juntos, e eu ajoelhada de boca aberta com a língua pra fora só esperando a chuva de porra dos dois. O motorista me deu uma jatada de porra quente na cara e meu namorado gozou dentro da minha boca no meu peito.

Em seguida vestimos a roupa e seguimos viagem normalmente.Agora todo aniversário meu ou de namoro meu corninho e eu procuramos aventuras assim. ? rs

Pagar o uber

Pagar o uber

Pagar o uber

Pagar o uber

Pagar o uber

298 views

Contos relacionados

Santinha da família, a puta na rua

Preciso agora contar como gosto de fazer sexo! a minha familia toda axa que sou virgem pq sou um pouco nova(16 anos) mais ja namoro a algum tempo e preciso contar pra alguem como gosto de fazer sexo...

LER CONTO

No meu carro ela era outra mulher

No meu carro ela era outra mulher Vou contar um segredo, algo real aqui.... Sou evangelico, moro em Campinas e não  consigo parar de adulterar... O que vou relatar é  real. Vou preservar nomes...

LER CONTO

O dia que minha buceta virou rodizo de rolas

O dia que minha buceta virou rodizio de rolas Oi… o que vou contar aconteceu já algum tempo, fui convidada pra ir num churras, aniversário  de um amigo. Hoje tenho 49 anos, mas na época tinha...

LER CONTO

Cunhada fazendo chantagens

Cunhada fazendo chantagens Olá a todos, meu nome é Júlio, tenho 26 anos Durante os primeiros meses de namoro não saímos dos beijos e abraços. Um dia fomos à uma festa e quando...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 2 = ?
Conheça o site de contos eróticos mais quente do Brasil. Faça outras pessoas sentirem tesão apenas com sua escrita, se abra com textos bem safados. Não deixe escapar nenhum detalhes, faça as pessoas se imaginarem naquela situação. Então saiba que você será capaz de fazer muitas pessoas gozarem apenas com suas escritas. Nós contos falamos apenas coisas pessoais que aconteceram conosco, agora já imaginou contar um segredo, algo único que ninguém pode saber? Então agora temos esse espaço, se chama meu segredo, você pode nós contar seus segredos, sem medos, sem julgamento, apenas se deliciar com os comentários mais safadinhos…… Então temos a maior mistura louca aqui, você pode falar dos seus desejos e ao mesmo tempo pode contar algo que te aconteceu… Esperamos entreter sua imaginação, leia os contos que te da mais tesão, temos uma ampla categoria, alguns dos melhores temas você só encontrar conosco,temas como cdzinhas, corno. Nós não somos responsáveis pelos contos aqui, apenas divulgamos contos enviados a nós. Somos um site independente sem parceiros. Melhores contos eróticos gays, contos eróticos cnn, contos de sexo, contos porno, contos com fotos. Então clica . Ah temos uma página de segredos, igual a página "eu confesso " mas 100% brasileiro e sem problemas com sua escrita
© 2021 - Club dos contos eroticos