Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Heterossexuais » Mini cruzeiro com Marido

Mini cruzeiro com Marido

Publicado em 24/08/2023 por Sexy elegante
Ouça o conto erótico  Mini cruzeiro com Marido
Pegamos um mini Cruzeiro litoral de Santos,  uma noite voltando pra cabine.
Minha esposa entrou na nossa cabine comigo, brincou. “ essa é sua cabine entrei só pra conversar tudo bem? E foi tirando o vestido dizendo que estava quente queria ficar a vontade.
Abracei  ela por trás enfrente ao espelho acariciando ela, peguei na mão e falei casada loira ? E o maridão ?
Ela respondeu “ ele é bonzinho “
Na manhã seguinte fiz amor muito gostoso com ela ela perguntando o que eu estava fantasiando na noite anterior .  Que eu tinha fantasiado ela dando pra um estranho em uma cabine e depois vinha exaurida de tanto gozar de
Madrugada fazer amor comigo.
Aí enquanto gozava gostoso ela me falava ,  sabe que pra mim e só sexo e thau que não rola romance que eu não corro risco de ela dar pra outro e se apaixonar.
Como  já faz tempo que tenho fetiche de ver ela dando pra alguém, me excitei muito minhas fantasias e fetiches tomaram conta de meus pensamentos.
Para essa viagem  pedi pra ela levar roupas ousadas e sexis pra ela.  Estava muito gata desde que saímos de casa.
Então a noite, sem programarmos nada, ocorreu um evento ainda mais excitante.

Saímos para jantar e depois fomos dar uma volta no navio,  e para isso , ela foi  muito sexy como sempre, exuberante chamando a atenção por onde passava por ser linda loira e muito muito sexy.

Após jantar fomos  num dos bares curtir uma música ao vivo piano e beber uns drinks .Dancavamos um pouco e Em certa ocasião, fui pegar umas bebidas e na volta foi quando a situação mudou, minha esposa e muito fiel muito correta muito autêntica me conta tudo tudo tudo  aí  ela de pronto falou no meu ouvido que havia dois rapazes olhando e paquerando ela.Confesso que fiquei meio atônito com a situação pois não esperava algo daquele tipo, com essa paquera rolando ocorresse, com muita gente por perto e de certo alguns presenciando a cena de paquera..Estamos de pé frente a frente próximo ao salão de dança e ao olhar com mais atenção ao meu redor, percebi que haviam 3 caras azarando minha esposa, um de frente pra mim e dois na frente dela ( atrás de mim) . Foi a partir daí que passei a ter uma sensação de ciúme, medo e tesão tudo misturado…rs.

O medo e insegurança foi mais por conta de haver 3 caras num ambiente público em q de certo muitas pessoas já haviam percebido a situação. Tesão, por conta de perceber que um deles era mais discreto e a paquerava sem muito alarde, sendo esse cara.o que ela mais se interessou.Um deles, que estava de frente pra ela, gesticulava, demonstrando interesse em falar com ela ou talvez chamando pra algum outro lugar. O outro, que estava à minha frente, apenas sorria discretamente e pelo visto apenas se divertia com a situação.

Ai eu falei amor você pode fazer o que você quiser eu vou ao banheiro e você está livre você descide o que quer fazer ou ela falou deixa de ser idiota já falei que não gosto disso, mesmo assim levantei dei aquele sorriso safado e fui ao banheiro e nesse momento confesso que fiquei meio inseguro apesar de bater um tesão tbem. Na hora passou alguns flashes na minha cabeça sóbre o que poderia acontecer, se o cara mais afoito iria convence- lá e levar pra cabine dele ou se ela iria apenas ouvi-lo pois de certo ao sair de perto dela ele iria falar com ela.  Voltando a mesa não vi nada ela sozinha olhando pro cantor no piano que tocava e cantava Eroz ramazote, tomei coragem e falei que iria na nossa cabine mas que ela não deveria sair do bar, afinal estávamos em alto mar sem sinal de celular no navio. Falei ainda que o ideal era ela sair acompanhada e sai rindo com sorriso de safado,.

Apesar dela não ter explicitado concordância com o que falei, peguei um dos cartões da cabine , entreguei pra ela e sai do bar. Novamente, sensação de tesão e ciúme sabendo que logo que me distanciasse a galera ia cair em peso na minha loirinha. Apesar de ser uma distancia razoável até a cabine, fui caminhando devagar e pensativo se iria até lá mesmo ou se voltaria. Voltar? E a situação constrangedora ao ver os caras falando com ela? Oi até mesmo não mais encontra-la no bar! Já era, vou ter que ir na cabine, deixar passar um tempinho e ver o que rola.

Entrei na cabine e fiquei olhando o mar pela janela apenas imaginando o que poderia estar rolando naquele bar. A sensação era de que o tempo não passava, mas eu já estava com aproximadamente meia hora sozinho foi quando ouvi alguém mexer na porta…

Olhei no sentido da porta e percebi ela entrando na cabine só que havia mais alguém…barriga fria e coração acelerado novamente…rs

Percebi que era um dos caras, que estava no bar e ficou olhando ela de longe o tempo todo. Pensei comigo que safadinha, pensei, o tesao dela falou mais alto que o juízo ..rs.

No mais, não pensei em muita coisa não…o fato era que estávamos nós três naquela cabine de navio e todos sabiam por que e para que estávamos ali…

Não deu outra, ela apenas falou brevemente seu nome,apertamos as mãos e falei pra ele ficar a vontade.

Após isso, foi muito rápido, ela já tomou a iniciativa de se aproximar dele e passaram trocar carícias enquanto eu apenas os observava.Apartir daí, o medo e ciúme foram ficando cada vez menores e o tesão passou a tomar de conta. Ele já foi subindo o vestido dela , acariciando seus peitos , foi quando me aproximei e passei a mão na sua boceta…não preciso nem dizer que já estava toda lambuzada e foi aí que me verifiquei q a vontade da minha esposa em receber um pau grande de outro macho na sua xaninha …

Ela puxou o cara pela e mão e fomos pra a janela olhar o mar, ela tirou o vestido como fez na noite anterior e brincou comigo e ficou só de calcinha, ele e eu de cueca…nessa hora já havia roupa espalhada por todo canto..rs.

Ela se abaixou deliciosamente me deu uma chupadinha dos sonhos .. Mas nessa hora já havia ligado o foda se e que pensava era apenas em vê-la em ação..O pau do cara devia medir uma 20 cm mas pelo tesao que ela estava vi que nem ligou pro tamanho.

O cara colocou a calcinha fio dental  dela de lado e ela de pé no parapeito da janela ..foi aí que ele já de pé deu uma encoxada nela e ouvi um gemido mais alto… Nisso eu ainda sentado e observando, ele começou um frenético vai e vem dando por início o momento mais intenso da foda…Ela foi gemendo cada vez mais alto. Meu pau latejava de tesão , foi quando sussurrei pra irmos pra cama..Ele ficou mais um tempo metendo nela naquela posição e foi quando ela falou: era isso que vc queria marido!? Pois hoje vc vai ficar só na punheta…vou dar só pra esse macho até ficar exaurida…

Não falei nada, meu instinto era só contemplar as cenas…

Eles foram pra cama e ele passou a língua na xaninha dela ..nessa hora ao ver minha esposa deitada naquela posição a beijei ela  com vontade , foi quando vi que o macho que ela arrumou já colocava a camisinha…nisso enquanto ele de joelhos na cama preparava a ferramenta, já pus meu pau na boca dela…Ela já gemia e se contorcia , nesse momento ela já havia gozado duas vezes conforme me contou depois, porque minha esposa goza muito num pau duro até ficar exaurida.

Enquanto ela chupava meu pau o cara já veio contudo em sua boceta e ela soltou aquele gemido forte.

Tirei o pau de sua boca e passei a assistir o cara metendo nela meio q um papai mamãe..

Não demorou, ele já pós ela de 4 e foi quando ela passou a gritar sem cerimônia…aí ai amor! Que delícia….que gostoso…esse macho come gostosooooo….aiji…

Nessa hora eu pirei..rs…mas procureie conter pois já queria meter tbem mas deixei ele fazer o serviço..

Ele metia com tanta força que o barulho da batida na bunda dava pra ouvir em toda a vizinhança…

Nesse momento eu batia uma bela de uma punheta e já percebendo o gozo fui em direção aos seus seios e gozei sobre eles espalhando nós dois seios… e vi que ela mordia os lábios….uma verdadeira vadia na cama…

Logo depois o cara anúncio que ia gozar…e dando aquele urro …tirou a camisinha rapidamente e gozou nas bunda dela e costas….nunca havia visto um gozo tão farto…parecia q não ia acabar de sair gala do pau do cara..algo realmente descomunal…

O ambiente exalava sexo, cheiro de gala e buceta gozada…foi aí que ela pediu uma toalha .a limpei e ficamos um pouco em silencio…

Pegamos umas bebidas e trocamos umas palavras de elogio em que ele falou q ela era muito gostosa e safadinha…

Bem depois de mais alguns minutos ele trepou novamente com minha esposa…dessa vez ela por cima e de 4 tbem e ao final gozou nos peitos dela.

Ao sair, foi minha vez de aproveitar a boceta da minha esposa que nessa hora já estava toda vermelha e gozada. Que delícia.

Sexy Elegante

21/04/2023

725 views

Contos relacionados

Almoço Completo

Mais um conto real pra vocês Renata ficou de me chamar pra ir na casa dela depois da nossa transa maravilhosa no motel. Continuamos conversando durante um bom tempo, criamos nossa amizade colorida,...

LER CONTO

Não Sabia que a esposa do meu Tio era uma Vagabunda

Conto Erotico Não Sabia que a esposa do meu Tio era uma Vagabunda 2024 Meu Tio e sua esposa , todo final de ano em dezembro vem passar suas férias na casa de minha mãe ....

LER CONTO

um reencontro ardente

Bom, meu nome é Andreia, cabelos lisos e compridos , cerca de 1,63 de altura, baixinha rs . seios bem fartos (nada exagerado) uma bundinha considerável e uma cinturinha de dar inveja. Quando...

LER CONTO

Apimentando a amizade

conto erotico Apimentando a amizade em audio 2024 Como relatei no conto anterior, meu nome é Fernando, sou moreno, tenho 1,82 Alt, sou gordinho, olhos castanhos e lábios carnudos. E o nome...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 5 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos