Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Incestos » EU E MAMÃE, NA PICA DE TITIO

EU E MAMÃE, NA PICA DE TITIO

Publicado em 14/09/2023 por Meline Silva

Conto erótico,

Conto erótico, EU E MAMÃE, NA PICA DE TITIO, em áudio 

Conto erótico, EU E MAMÃE, NA PICA DE TITIO, em áudio

EU E MAMÃE, NA PICA DE TITIO, em áudio

MINHA MÃE PASSAVA HORAS NO CELULAR TENDO VEZES QUE SE TRANCAVA NO QUARTO SENDO ESSE O MAIOR MOTIVO DE BRIGAS ENTRE ELA E PAPAI PORQUE ELA NEM LIGAVA COM MAIS NADA, TANTO É QUE ASSINOU MINHA ADVERTÊNCIA POR TER GAZANDO AULA POR ISSO SEMPRE QUE DAVA NEM ENTRAVA NO COLÉGIO FICANDO QUASE O TEMPO TODO NUMA PRACINHA, TOMAVA SORVETE E VOLTAVA PARA CASA.
NUMA DESSAS NEM LEMBRO O PORQUE VOLTEI MAIS CEDO FICANDO ALEGRE AO CHEGAR EM CASA E VER O CARRO DE TITIO, IRMÃO DE PAPAI, NÃO ACHANDO ELE PELA CASA CORRI PARA O QUARTO DE MAMÃE FICANDO SEM AÇÃO AO VER OS DOIS PELADOS COM TITIO EM CIMA DELA MANDANDO PICA EM SUA BOCETA COM MAMÃE NÃO SABENDO SE MANDAVA TITIO PARAR PORQUE NÃO DEIXAVA ELA FUGIR AUMENTANDO AS METIDAS ME OLHANDO COM CARA DE TARADO SEM VERGONHA, ME XINGAVA MANDANDO SAIR DALI JURANDO ME MATAR DE BATER OU SE ESFORÇAVA PARA NÃO SE ENTREGAR DE VEZ AO PRAZER.
CONFESSO QUE O MUNDO PAROU ENQUANTO MEU CORPO INCHA FAZENDO A BUCETINHA DE ADOLESCENTE FORMIGAR DANDO VONTADE DE FAZER XIXI, QUANDO TITIO GEMEU DESCARADAMENTE TIRANDO O PINTÃO DA BOCETINHA DE MAMÃE, DEU PARA VER OS JATOS BRANCOS VOANDO LONGE MELANDO OS SEIOS E BARRIGA DE MINHA MÃE QUE ME ACORDOU JOGANDO UMA ALMOFADA EM MINHA CARA QUE SAINDO CORRENDO FIZ UM RASTRO DE XIXI PELO CORREDOR NÃO CONSEGUINDO SEGURAR O MIJO.
VENDO QUE NÃO ME CONVENCIA ABRIR A PORTA, MESMO MAMÃE PARANDO DE ME AMEAÇAR E COM VOZ DOCE TENTAVA ME CONVENCER A DEIXÁ LA ENTRAR PORQUE PRECISAVA MUITO CONVERSAR COMIGO, DESISTIU PORQUE JURAVA QUE ABRIRIA SÓ QUANDO MEU PAI CHEGASSE; POR SORTE OU AZAR NÃO CONSEGUI FALAR COM ELE PELO ZAP E JÁ QUASE DORMINDO DEPOIS DE TANTO CHORAR, TITIO ME CONVENCEU A ABRIR A PORTA COM MAMÃE ME ABRAÇANDO FALANDO QUE FOI UM ERRO QUE NÃO IA SE REPETIR, QUE ERA CULPA DE MEU PAI QUE JÁ NÃO DAVA A DEVIDA ATENÇÃO PARA ELA E BLÁ, BLÁ, BLÁ.
CONFESSO QUE NÃO CONSEGUIA PERDOAR MAMÃE JÁ NEM CONSEGUINDO ENCARAR MEU PAI TAMANHA DÓ DELE ENQUANTO TITIO E MINHA MÃE ME ENCHIAM DE MIMOS E EM ALGUMAS VEZES TINHA IMPRESSÃO QUE TITIO APROVEITAVA DE MEU CORPO PASSANDO AS MÃOS NELE ASSIM MEIO DISPLICENTE O QUE AUMENTAVA CADA VEZ MAIS MEU TRAUMA, PORQUE, COM O PASSAR DOS DIAS ELE DEIXOU ISSO CLARO SÓ FALTANDO ME COMER TAMBÉM, SENDO MINHA MAIOR TRISTEZA MAMÃE NÃO PERCEBER ISSO.
ERA COMUM MAMA~E ME BUSCAR NA ESCOLA E ASSIM QUE CHEGAMOS EM CASA, TITIO CHEGAVA A SEGUIR COM ELES ME CONVENCENDO A SAIR DO QUARTO PARA INTERAGIR COM ELES PARECENDO QUERER QUE VISSE QUE TUDO ESTAVA NORMAL ENTRE ELES COM MAMÃE VOLTANDO A CUIDAR, MELHOR AINDA DA CASA E DÊ NOS, SUA FAMILIA.
NUMA TARDE ESCUTEI SEM QUERER MAMÃE DANDO TREMENDA BRONCA NO CUNHADO AVISANDO QUE JÁ ESTAVA PASSANDO DOS LIMITES E QUE EU ERA APENAS UMA CRIANÇA, FALANDO PARA ELE QUE PEDOFILIA É CRIME COM ELE ACALMANDO MAMÃE FALANDO QUE FICASSE EM PAZ PORQUE SABE MUITO BEM LIDAR COM ADOLESCENTE, QUANDO IAM SE BEIJAR ENTREI FINGINDO NÃO VER OS DOIS MUITO SEM GRAÇA.
NAQUELA NOITE QUANDO PAPAI LIGOU AVISANDO QUE CHEGARIA MAIS TARDE, VI DECEPÇÃO NOS OLHOS DE MAMÃE QUE COMENTOU COM TITIO QUE ELE CHEGARIA BÊBADO, COMO SEMPRE FAZ ULTIMAMENTE E PEDINDO PARA O CUNHADO CONVERSAR COM O IRMÃO CONVIDOU ELE PARA JANTAR CONOSCO.
ENQUANTO MAMÃE COLOCAVA A MESA, NEM PRECISEI INSISTIR PARA QUE FIZESSE HAMBURGER COM BATATA FRITA, O QUE TORNOU NOSSO JANTAR E SENTANDO ENTRE OS DOIS FINGIA NÃO VER OS OLHARES GULOSOS QUE OS DOIS SEM VERGONHA TROCAVAM, POR ISSO AO TERMINAR ABRACEI MAMÃE DANDO UM FORTE ABRAÇO NELA E AO FAZER ISSO EM TITIO SENTEI EM SEU COLO DEIXANDO ELE E MAMÃE SEM GRAÇA AO PERGUNTAR O QUE ERA AQUILO, FINGINDO NÃO SABER QUE ERA SEU CACETE QUE FICAVA CADA VEZ MAIS DURO ALOJADO NO MEIO DE MINHA BUNDINHA.
A PARTIR DESSE DIA TORNOU SE ROTINA TITIO ME PAGAR NO COLO ME DEIXANDO ALUCINADA COM OS PELOS DE SUAS PERNAS ROÇANDO EM MINHA BUNDA E PERNAS COM SEU CACETE LATEJANDO DE DURO EM MINHA BOCETINHA.
TITIO NEM LIGAVA PARA MAMÃE QUE FALAVA QUE NÃO ERA BOM ELE ESTAR O TEMPO TODO EM NOSSA CASA PORQUE PODIA PEGAR MAL E FINGINDO ME ENGANAR ELE FEZ QUE FOI EMBORA E ENTROU ESCONDIDO NO QUARTO DE MINHA MÃE ME OBRIGANDO A TROCAR A CALCINHA PORQUE MELEI ELA COM UM LÍQUIDO VISCOSO QUE ESCORRIA DE MINHA BOCETA ALÉM DO MIJO QUE MAL CONSEGUIA SEGURAR.
NAQUELA NOITE TIVE QUE QUASE ME IMPOR PARA MAMÃE DEIXAR TITIO JANTAR COM A GENTE PORQUE PARECIA SABER DE MINHAS INTENÇÕES COM ELA ACEITANDO DESDE QUE EU COMEÇE O QUE ESTIVE NA MESA E ENQUANTO FORAM PARA A COZINHA, ME TRANQUEI NO QUARTO TOMANDO UM DELICIOSO BANHO E COM OS CABELOS PRESO NO ALTA DA CABEÇA, UM VESTIDINHO SEM NADA POR BAIXO E SALTINHO, ASSIM QUE CHEGUEI NA SALA, DEU PARA
OUVIR UM UAU COM MAMÃE TENDO QUE BATER NA CARA DE TITIO PARA QUE PARASSE DE ME OLHAR E ENQUANTO ELA NOS SERVIA, ASSIM QUE VIROU PARA PEGAR O ASSADO, CHEGUEI PERTO DE TITIO SEGURANDO EM SEU BRAÇO DANDO UM BEIJO SEM TEU ROSTO FALANDO EM SEU OUVIDO QUE TIRASSE O PINTO PRA FORA QUE IA SENTAR NELE.
DEPOIS DE AJUDAR MAMÃE CORTAR A CARNE E ME SERVIR UM BOM PEDAÇO, ASSIM QUE TERMINEI DE COMER LEVANTEI DANDO UM ABRAÇO NELA COM BEIJO NO ROSTO E AGRADECIMENTO COM ELA FALANDO QUE ISSO ESTAVA VIRANDO ROTINA E INDO PARA TITIO, LEVANTEI DISCRETAMENTE A BARRA DO VESTIDINHO E SENTANDO EM SEU COLO DEU PARA SENTIR SEU CORAÇÃO DISPARANDO QUASE OUVINDO UM FRISSON NOSSO QUANDO SUA PICA DEITOU ENTRE MEUS LÁBIOS E ENQUANTO CONVERSAVA COM MAMÃE QUE NÃO TIRAVA OS OLHOS DE NÓS, APROVEITAVA PARA ESFREGAR A BOCETA INDO PRA FRENTE E PARA TRÁS SENDO MEU MAIOR ESFORÇO NÃO ESQUECER A VIDA PORQUE TANTO EU QUANTO TITIO PARECÍAMOS ENLOUQUECER, EU MAIS AINDA QUANDO A GLANDE ACERTAVA A ENTRADA DE MINHA BOCETA E ELA COM A MÃO DENTRO DO MEU VESTIDO ALISAVA DISCRETAMENTE MEUS SEIOS QUE PARECIAM PEDRAS QUERENDO MADURAR LOGO PARA SEREM COLHIDAS.
QUANDO MAMÃE FOI PEGAR A SOBREMESA ME CHAMADO PARA AJUDAR ELA, TITIO TEVE QUE EM ARRANCAR DELE ME PEDINDO CALMA FALANDO QUE IA ME DAR O QUE QUERIA.
COMPARTILHEI DA DECEPÇÃO DE MINHA MÃE QUANDO MEU PAI CHEGOU E TITIO SE DESPEDIU DE NÓS E AO ME BEIJAR A FACE COCHICHOU EM MEU OUVIDO QUE DEIXASSE A JANELA ABERTA FAZENDO MEU OLHOS BRILHAREM AO OUVIR ISSO.
QUANDO MAMÃE, MESMO BUFANDO ACOMPANHOU MEU PAI PARA O QUARTO, DESLIGUEI TUDO, TRANQUEI A CASA PEGUEI O POTINHO DE CREME QUE HAVIA ROUBADO DE MAMÃE E SUBI PARA O QUARTO, VEZ OU OUTRA SAIA NA SACADA NUA SENTINDO A BRISA DA NOITE IMAGINANDO SE ALGUÉM ESTAVA ME VENDO PORQUE NÃO CONSEGUIA VER NINGUÉM COM OS CARROS PASSANDO PELA RUA.
SENTINDO A BOCETINHA MELADA, QUASE MIJEI AO VER TITIO PULANDO O MURO E SUBINDO COM TODO CUIDADO PARA A SACADA DO QUARTO DE MINHA MÃE DEIXANDO SABER QUE ERAA COSTUMADO FAZER ISSO, QUANDO DEI A MÃO PARA AJUDAR ELE DESCER DO MURINHO ME AGARROU ME LEVANTANDO NO ENQUANTO BEIJAVA MINHA BOCA ME CHAMANDO DE LOUCA POR ME VER NUA ALI E ME LEVANDO PARA O QUARTO ME FALOU QUE SÓ PODIA BRINCAR COMIGO PORQUE NÃO QUERIA ENCRENCA PARA SEU LADO E REPETINDO PARA QUE ME MANTESSE CALMA ME DEITOU FICANDO ATRAVESSADO NA CAMA ME BEIJANDO E ENCINANDO COMO BEIJAR ME FAZENDO ESTREMECER PORQUE ANSIAVA QUE SUA MÃO EM MINHA BARRIGA CHEGASSE EM MINHA BOCETINHA, QUANDO LARGOU NOSSAS BOCAS E CHUPOU MEUS SEIOS QUE COUBE QUASE TODO EM SUA BOCA, ME FEZ ESTREMECER TENDO QUE TAPAR MINHA BOCA ENQUANTO PRENDINHA MEUS SEIOS EM SUA BOCA COM SUAGADAS LOUCAS, QUANDO RECLAMEI QUE QUERIA MIJAR, ELE SE AJEITOU NO MEIO DE MINHAS PERNAS ME MATANDO DE ANSIEDADE E PRAZER PORQUE ENQUANTO SOPRAVA MINHA BOCETA ME DEIXANDO ARREPIADA MANDOU QUE MIJASSE EM SUA CARA ME FAZENDO SENTIR QUE NÃO FOI SÓ UMA MIJADA PORQUE NUNCA TIVE TANTO PRAZER EM FAZER ISSO CHEGANDO A SAIR DE MIM DE TANTO PRAZER QUE SENTI.
ASSIM QUE CONSEGUI RESTABELECER MINHA RESPIRAÇÃO VOLTANDO A MIM, COMECEI SENTIR SUA LÍNGUA CHEGANDO SEPARAR MEUS LÁBIOS VAGINAS QUASE MORRENDO NOVAMENTE QUANDO ELE SUGAVA MINHA BOCETA PRESA EM SUA BOCA, QUANDO IA ESCAPANDO ELE IA AFINANDO A SUGADA ATÉ FECHAR A BOCA EM MEU GRELINHO QUE FICAVA PRESO ENTRE SEUS LÁBIOS COM ELE TENDO QUE ME SEGURAR NÃO EM DEIXANDO FUGIR DELE ENQUANTO CHEGAVA A ME DEIXAR SEM FÔLEGO AO TAPAR MINHA BOCA.
QUANDO PUXEI O LENÇOL TENCIONANDO ENCHER A BOCA COM O PANO PORQUE MEU PRAZER ESTAVA AUMENTANDO CADA VEZ MAIS CHEGANDO A FICAR QUASE INSUPORTÁVEL, LEMBREI DE MAMÃE E PAPAI, QUANDO CONSEGUI ESCAPAR DELE ALISEI SEU CACETE QUE PARECIA QUERER QUEBRAR ME DEIXANDO SENTIR ELE PULSAR EM MINHA MÃOZINHAS E CHEGANDO MAIS PARA ELE BEIJEI A GLANDE MELADA COM ELE PARANDO DE ME CHUPAR PARA PEDIR CALMA E ME POSICIONANDO MELHOR ME ENSINAVA MAMAR UMA PICA, RINDO QUANDO NÃO CONSEGUIA ENFIAR ELA NA BOCA COMO DESEJAVA, QUANDO TENTOU ME TIRAR DELA, O QUE NÃO DEIXEI, LEVEI UMA ESPORRADA NA BOCA ENGOLINDO BOA PARTE E ME ENGASGANDO ELE TEVE QUE ME ACUDIR COM A PORRA SAINDO ATÉ PELO MEU NARIZ E MESMO AINDA TOSSINDO VEZ OU OUTRA, EMPURREI ELE DEITADO NOVAMENTE E CONTINUEI MAMANDO COM ELE ME COMPARANDO COM A SAFADA DE MINHA MÃE, QUANDO DEIXEI ELE LIMPO E JÁ DURO, POUCO COISA QUE ANTES, FUI PARA CIMA DELE BEIJAR SUA BOCA DIVIDINDO NOSSOS GOSTOS E ESFREGANDO A BOCETA EM SUA PICA, QUANDO ACERTOU A ENTRADA DE MINHA BOCETA, INTENSIFIQUEI O BEIJO PARA ABAFAR MEU GRITO COM ELE ME CHAMDO DE LOUCA E ME PEDINDO CALMA AO ME VER CHORANDO FALOU QUE FIACSSE QUIETINHA QUE JÁ IA SAIR DE MIM E AGARRADA NELE SENTINDO AQUILO CRESCER MAIS, LEVANTEI O CORPO
CHEGANDO A QUASE DAR DESESPERO PORQUE AO OLHAR CONSTATEI QUE POUCO MAIS QUE A GLANDE HAVIA ENTRADO E ENQUANTO ELE TENTAVA ME CONVENCER A TIRAR PORQUE IA DAR PROBLEMA PARA ELE, QUANDO ME PUXOU AO FORÇAR O CORPO PARA FUGIR DELE, TIVE QUE ENGOLIR O GRITO PORQUE SENTEI DE VEZ EM SEU CACETE E ENQUANTO AS LÁGRIMAS SE INTENSIFICARAM PARECENDO QUE ESTAVA SENDO CORTADA AO MEIO, SENTIA SEU CACETE PULSAR CRESCENDO CADA VEZ MAIS DENTRO DE MIM COM ELE NÃO SABENDO O QUE FAZER PARA EM AJUDAR INSISTINDO EM PEDIR CALMA INTERCALANDO OS BEIJOS ARDENTES E INEVITÁVEIS EM MIM AFIRMANDO QUE FODI SUA VIDA, QUANDO SENTOU SENTI SEU CACETE INDO MAIS PARA DENTRO DE MIM E NESTE MOMENTO A DOR DILACERANTE PARECEU FOGOS DE ARTIFÍCIOS COLORINDO MINHAS VISTAS DANDO LUGAR PARA UM PRAZER QUE IA ME DOMINANDO DOS PÉS A CABEÇA ATÉ EXPLODIR NUM ORGASMO DELICIOSO, TANTO É QUE QUANDO ME DEI CONTA REBOLAVA SENTANDO COMO DOIDA EM SEU CACETE POR QUERER MAIS COM ELE TENDO QUE ME ARRANCAR DELE NÃO DEIXANDO QUE METESSE A BOCA PORQUE ESTAVA SUJO COM NOSSO PRAZER E SANGUE.
CONFESSO QUE MESMO APAVORADA ME MANTIVE CALMA COM ELE ME FALANDO QUE ERA NORMAL E ME FAZENDO PROMETER QUE TOMARIA UM COMPRIMIDO ESCONDIDO DE MINHA MÃE ME FALANDO QUAL ERA E ONDE ESTAVA ME MANDOU PARA O BANHO ENQUANTO IA EMBORA RINDO QUANDO FALEI QUE AGORA ERA SUA MULHER TAMBÉM. DEPOIS DISSO VIREI A GALINHA DA RUA NÃO PERDENDO OPORTUNIDADE DE SENTAR GOSTOSO NAS PICAS DOS MOLEQUES QUE ADORAM METER EM MIM, PORÉM QUANDO TITIO ME PAGAVA FAZIA ESQUECER TODOS ELES, MESMO PORQUE ERA O ÚNICO QUE ME COMIA SEM PRESERVATIVO, QUANDO ACONTECEU O INEVITÁVEL RESOLVI DAR PARA UM CARINHA QUE ERA APAIXONADO POR MIM NO PELO E PELA TERCEIRA VEZ QUE ME COMEU FALEI QUE ESTAVA GRÁVIDA DELE QUE MUITO FELIZ SÓ NÃO EM ASSUMIU PORQUE ASSIM COMO TODOS, SUA MÃE CONHECIA MINHA FAMA DEIXANDO CLARO QUE SEU FILHO TAMBÉM ERA DE MENOR IDADE E QUE SÓ ME ASSUMIRIA SE O DNA PROVASSE A PATERNIDADE DELE.
DESDE ENTÃO ESTOU CADA DIA MAIS VADIA COM A EXCITAÇÃO A FLOR DA PELE PORQUE NESSES ÚLTIMOS QUATROS MESES DE GRAVIDEZ QUERO PRESERVAR A SEGURANÇA E INTEGRIDADE DE MINHA MENININHA QUE MINHA MÃE SE COMPROMETEU A ME AJUDAR CRIAR SEM IMAGINAR, ACHO QUE QUE O FILHO SEJA DE MEU TIO, NOSSO AMANTE.

2330 views

Contos relacionados

Minha tia tava carente

Minha tia tava carenteMe chamo Carlos e a mais ou menos dois anos vivo uma relação  incestuosa com minha tia, bom inicialmente sobre mim, tenho 31 anos bonito olho verde 1,90 de altura, a...

LER CONTO

Acostumei com a rola do vovô em meu cusinho II

Eu, simplesmente tinha essa queda por homens grisalhos e também por certa vez, numa madrugada, ter visto meu vovôzinho urinando. Mesmo sem estar excitado, o páu dele era duas vezes mais grosso e...

LER CONTO

Maninha safadinha

Quando minha irmã tinha 11 anos eu tinha 16, eu falei pra ela fechar os olhos que ia fazer uma brincadeira com ela, dai eu beijei a boca dela, ela não resistiu nenhum momento.Dai peguei com...

LER CONTO

Dei um chá de buceta no meu enteado real

Alguns meses como madrasta acabei me apaixonando pelo meu enteado História RealOlá me chamo Jéssica tenho 20 anos , branca, magra, seios médios, cabelo longo, me acho atraente.Meu ex namorado...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?

Parceiros Do Site

© 2024 - Club dos contos eroticos