Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

Que despertador!

Publicado em 04/01/2024 por Fernando Moreno

Contos eroticos Que despertador em audio 2024.

Como eu e a Síl já tínhamos gozados e estávamos exaustos, cai sobre a cama, cansado e suado. Ela por sua vez ainda estava recuperando o folego daquele orgasmo maravilhoso que ela acabara de ter. Foi quando ela colocou a mão sobre meu peito e se deitou no meu braço. E começamos a conversar, relatei que nunca tinha tido uma transa daquela, que a mulher me fizesse gozar 2 vezes em uma única noite. Ela riu e disse: “calma e descansa porque vou querer mais ainda hoje.” Me assustei e brinquei: “Será que dou conta?”, o que ela mesmo disse não se preocupe deixe tudo por minha conta que hoje não vou deixar você dormir. O que me fez pensar, é realmente essa mulher é insaciável, acho que hoje ou eu me lasquei ou tirei a sorte grande. Nos levantamos e fomos tomar banho, não queria questionar o que tinha acontecido e nem porque ela chegou em casa com aquele fogo todo, nos lavamos e voltamos para a cama.

Acabamos adormecendo, acredito que mais eu do que ela, quando o dia já estava quase nascendo senti uma boca no meu pau, olhei e era a sil me fazendo um boquete, dando uma atenção especial, senti que ela brincava com a cabeça do meu pau e quando enfiava aqueles lábios deliciosos sobre meu pau, batia uma punheta bem de leve, e ela ficou assim por um bom tempo, mais até mesmo do que eu poderia imaginar. Mais lá estava aquela baixinha que entrou na minha casa, e começou a me provocar, quando meu pau já estava em ponto de bala, vi que ela pegou uma camisinha retardante que eu tinha ainda guardado comigo. Fiquei surpreso porque até o momento nós não tínhamos transado com camisinha, mais quando vi ela encostando aquela buceta carnuda na cabeça do meu pau, fiquei maravilhado. Coloquei a mão na cintura dela e forcei a cabeça do pau para entrar, mas, essa tentativa foi em vão pois ela me barrou e disse: “Você esqueceu que eu estou no controle hoje?” Mas mesmo assim ela continuou brincando com o meu pau e percebi que o meu mastro acabou entrando, ela sem demora começou a subir e descer vagarosamente, como se estivesse aproveitando cada detalhe do meu pau, cada entrada, de repente ela começou ir para frente e para trás apoiando uma das mãos sobre meu peito, e a outra passando sobre o corpo dela, o que quando percebi ela parou e começou a tocar na sua xoxota, percebi que meu pau estava encharcado e ela gemendo sem pudor. O que me fez segurar ela pela cintura e começar a bombar na xoxota dela, ficamos nessa por um bom tempo, quando ela deitou os peitos gostosos dela sobre o meu e começou a me beijar. E vou ser bem sincero, foi um beijo marcante e cheio de desejo.

Ela começou a galopar no meu pau, devagar e foi aumentando a velocidade, foi quando senti que já estava mais uma vez a ponto de bala. Claro não fique só recebendo a cavalgada da Sil, ela pegou suas mãos, apoiou sobre meus peitos e continuou cada vez mais intensa, enquanto ela cavalgava para cima e para baixo, hora alternando entre subir e descer, passava também a esfregar para frente e para trás. Seus gemidos eram cada vez mais forte, conforme ela se esfregava no meu pau e galopava nele com intensidade, mais gemido ela soltava, foi quando olhei para ela e percebi que ela começou a gozar, nessa gozada a qual a Sil estava tendo ela, começou a apertar meu peito e me arranhar, que me deixou com muito mais tesão do que já estava. Vou falar para vocês que imagem maravilhosa foi ver ela gozando sobre meu pau. Parecia que ela estava perdendo o folego, entre essa gozada que ela teve, ela chegou perto do meu ouvido e declarou que estava gozando e pediu para eu bombar com força e quando eu fosse gozar pra eu dar a ela leitinho na boquinha, vou ser sincero, não quis nem saber de pausa e nem nada, comecei a bombar naquela buceta com rapidez e força e quando percebi que esta já próximo a gozar tirei ela de cima de mim, arranquei a camisinha, cheguei bem perto da boca dela, que de joelhos esperava a porra em sua boca, comecei a bater com rapidez até gozar, quando comecei a gozar ela enfiou meu pau em sua boca e começou a mamar até sentir que ele estava todo limpo. Quando ela terminou de me chupar olhou para minha cara e disse: “Bom dia Gatão, gostou do meu metodo de despertar?” Obvio que sim. Dessa forma término a minha primeira transa inesquecível com uma amiga, que nem imaginava que um dia transariamos. E você já teve uma transa inesquecível? Deixe aqui nos comentários.

129 views

Contos relacionados

Outra noite com Milla

Mais um conto real pra vocês Estava em casa. Tinha chegado do trabalho e ido direto pro banho. Moro numa cidade de grande Porto Alegre e faz muito frio no bairro onde moro. Então tomei banho e me...

LER CONTO

Danny

Mais um conto real pra vocês Em 2008, fiquei amigo de uma menina chamada Daniela, Danny pros mais íntimos. Mais nova que eu, Danny podia ser minha irmã mais nova. Ainda bem que não era. Nunca...

LER CONTO

DO AVERSO

ERA UMA SEGUNDA FEIRA E CHOVIA MUITO, MARCAMOS DE NOS ENCONTRA  E ELE FOI ME BUSCAR EM CASA, EU USAVA UMA LINGERIE BRANCA E LOGO QUE ENTREI NO CARRO ELE JA ME DEU UM BEIJO GOSTOSO, QUENTE QUE ME...

LER CONTO

Transmissão ao vivo 2

conto erotico Transmissão ao vivo 2 2024 Uma das coisas que eu e Roberta tínhamos combinado, era que independente se gozasse ou não iriamos fazer no mínimo uma hora e meia de transmissão....

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos