Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Cornos » Minha esposa e o dançarino

Minha esposa e o dançarino

Publicado em 18/05/2022 por Anônimo corno ????

Vou contar para vocês, que pensava que era uma excessao, mas vi que tem muita gente que pensa como eu, comecei gostando quando via um cara vendo a calcinha de minha esposa, comecei a gostar quando um amigo falava palavrão na presença dela ou ela na presença deles.

Quando um ou outro amigo saudava ela com um beijo no rosto, eu gostava.

Até que surgiu um amigo que ficou bem íntimo e dançava muito com ela.

E descobri que gostava de ve-la nos braços dele.

Estavamos num clube, eles dançado, quando chegaram a  mesa, vi que ele estava de pau duro.

porno telegram

Eu vibrei! Chamei ela e perguntei-lhe ao ouvido se ela estava gostando de se esfregar nele.

Ela sorriu e dise que adorou. Perguntei se ela queria foder com ele.

Ela disse que sim e perguntou se eu concordava. Eu disse que sim, mas eu teria que assistir, e ele não deveria saber minha cumplicidade no inicio, deixasse ele pensando que eu não topava.

Nos dias seguintes, ele ia em nossa casa todos os dias. Ela começou sentando de frente pra ele de pernas abertas, e como eu estava presente, ele ficava todo sem jeito.

Eu perguntava – Ja viste a calcinha dela hoje? Ele sem graça, dizia, sim preta, a cor da pele, e branca. Uma noite eles dançavam em casa e eu de proposito fui na cozinha.

Quando voltei, ela beijava ele na boca. A eu falei – Ate que enfim se decidiram,não é? Quando ele ouviu isso, sua mão foi subindo pelas coxas dela, pegou na bunda e foi pra frente, meteu a mão o dentro da calcinha e enfiou o dedo na buceta dela.

Ai eu disse – Na cama e melhor! Fomos pra o quarto e ele desopiu-a coarinhosamente, tirou a roupa e montou nela com classe. Eu louco de tesão, pau muito duro, vendo tudo! Ele mamou nos peitos, ela chupou a vara dele, uma loucura.

Durantes uns 6 meses ele comeu ela. Pediu pra trepar dentro do carro, pois era um sonho que tinha. O que não o estava nos planos foi a cidade, pequena, todo mundo ficar sabendo que eu era corno. Mas não liguei. Assumi o chifre enquanto morei lá. Algum tempo depois estavamos num veraneio e um baiano comeu ela. Pasou-lhe a vara dura. Eu assisti. Em outra cidade, o diretor do colegio que ela ensinava meteu-lhe a pica. Eu assisti. Sorte deles, que comeram uma mulher linda, gostosa, sem compromisso, sem remorso, sem culpa. E sorte a minha, que a cada dia amo mais a minha mulher.

Sou um corno assumido! DElicia.

Ajude a manter a página Club Dos Contos Eroticos, faça uma doação em PIX [email protected], SUA AJUDA É MUITO IMPORTANTE.

2395 views

Contos relacionados

Minha sogra é tão safada como eu

Zélia e a nora Ana estão no deque de um glamoroso restaurante, entretidas com os respectivos celulares. Cronologicamente Zelia poderia ser mãe de Ana, mas a exuberante figura de Zélia aparentava...

LER CONTO

sobre o dominio do prazer

Imigrei juntamente com minha esposa para o Japão, logo após nos casarmos, em busca de melhorar nossas vidas. Mas por sermos ainda muito jovens, principalmente eu não conseguíamos junta nada,...

LER CONTO

TAMIRES A MESTIÇA E SIMONE A ESPOSA RUIVA

Conto erotico TAMIRES A MESTIÇA E SIMONE A ESPOSA RUIVA em áudio Meu nome é Tamires, 42 anos, sou descendente de japoneses, mestiça como dizem, 1,75m, do meu pai que é alto puxei as pernas...

LER CONTO

Sem saber meu marido escutava eu sendo enrabada – 3

Meu marido Expedito foi incentivado a tomar umas aulas de mergulho no coral onde estava fundeado o iate de Joel. No deque mais elevado e com vista da praia ao longe e de límpidas águas...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 2 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos