Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos zoofilia » Noiva realiza desejo de infância – sexo com cachorro Nestor – encontros zoo

Noiva realiza desejo de infância – sexo com cachorro Nestor – encontros zoo

Publicado em 04/10/2023 por Leonardo Loskowisky
Conto erótico  Noiva realiza desejo de infância – sexo com cachorro Nestor – encontros zoo,  em áudio.
Noiva realiza desejo de infância - sexo com cachorro Nestor - encontros zoo

Noiva realiza desejo de infância – sexo com cachorro Nestor – encontros zoo

Bom dia, meu nome é Leo, quero relatar algo que aconteceu semana passada, sempre posto contos das minhas aventuras com meus cães, uma moça de 26 anos, apresentou-se nome de Larissa, loira, magrinha, alta, iria com casamento marcado para o 30/10/2023 entrou em contato falando de suas vontades desde infãncia de se relacionar-se com um cachorro, como estava noiva, queria realizar essa experiência antes de casar, conversamos bastante, tirei algumas duvidas e marcamos algo pessoalmente.
Fui até seu encontro, levei meu cão preferido dos 4 que tenho, o Nestor, pessoalmente conversamos varias coisas e resolvemos partir para a experiência, porém, a mesma insistiu que só queria se divertir, nao queria penetração naquele dia, quem sabe nos próximos encontros antes do casamento, ou seja, queria se soltar aos poucos.
Respeitei, comecei a punhetar meu cachorro na frente dela, logo tirou todo pau enorme e grosso para fora, ela arregalou os olhos, passou a mao levemente em seu proprio corpo, pediu se podia pegar, ao pegar ficou levemente punhetando, bem timida mesmo, pedi pra mesma chupar disse que tinha medo, receio de doença etc., mas continuou punhetando o animal, Nestor parecia sentir cheio de uma femea no cio, queria virar para chupa-la, a mesma estava de saia, ele se virou rapidamente, entrou por baixo dela, e começou a chupa-la por cima da calcinha, ela ficou imovel, com medo dele morder, acalmei-a, disse q ele era mansinho logo em seguida relaxou e fechou os olhos, com cara de tesao, ficou de quatro, e Nestor mamando no seu grelo mesmo por cima da calcinha, apesar de ser magrinha, tinha um bumbum bonito ao ficar de quatro, bem arrebitado, puxei a calcinha de lado, e vi aquela bucetinha rosa, toda molhada, pulsando… e a lingua aspera do meu cao percorrendo todo aquele buraco em chamas…ele enfiava quase que a enorme lingua toda dentro e varria aquela buceta com lingua, Larissa arrebitava cada vez mais o quadril…
foi quando Nestor subiu na cintura dela, rapidamente a mesma se levantou, dizendo que penetração nao, etc., e puxou a calcinha no lugar, porem, aceitou brincar com o Nestor, queria que ele simulasse, encoxasse ela, sem penetrar, peguei um pequeno cobertor que levo sempre no carro, coloquei nas costas da garota por causa das unhas do animal, então Nestor subiu e começou dar suas entocadas, podia ver o pau batendo na virila, no bumbum dela, na porta da xana por cima da calcinha, e ela derirando de tesão, ela arrebitava a bunda para enloquecer o animal de vez, parece que queria entrar com a calcinha e tudo, ela rebolava e ele tentava penetrar porem sem sucesso…. eu morrendo de tesao tambem e ao mesmo tempo com dó do bicho, puxei a calcinha de lado sem a mesma perceber, na terceira tentativa ele acertou, entrou tudo… o cao segurou a cintura com tanta força que parecia que ele queria entrar todo dentro, Larissa tentou reagiar mais aquele pirocao já estava todo dentro daquela buceta sedenta, até o nó, acalmei, pedi pra relaxar, logo em seguida, ele ficou do lado, em seguida na famosa posição quando engata, ou seja, um de costas para o outro, ficaram por cerca de 10 minutos, Larissa com os olhos fechados curtindo aquele momento, eu não aguentei entrei embaixo de garota, e comecei a chupar sua buceta, percorria minha lingua toda, varrendo igual uma vassoura aquele grelo, mordia de levinho com os labios seu clitoris, ouvia ela gemer alto, dava pra ver de perto o nó enorme e grosso dentro de Larissa, foi quando começou a pingar porra do cachorro de dentro da buceta, eu sai de baixo… minutos depois desengatou, ele ficou uns 5 minutos chupando a buceta dela de quatro, tinha muita porra no chao também, logo em sesguida, o animal saiu e foi chupar seu proprio pau, a cadela da Larissa ainda de quatro, pediu pra mim montar nela, que ainda estava com muito tesao, mais nao tinha camisinha nem nada, e geralmente não me envolvo com as clientes nessas transas zoo, tirei o pau pra fora, e pedi pra chupar gostoso, a moça caprichou, a mesma retribuiu com uma bela chupada, afinal de conta teve uma tarde de prazer e sua tara de infancia foi saciada, lgoo em seguida gozei gostoso no seu lindo rosto, nos levantamos, tomamos um banho e partimos, até hoje Larissa nao sabe que fui eu que puxei a calcinha de lado para o Nestor entrar… (agora vai saber porque lê meus contos). Depois disso nunca mais falei com Larissa, ela so queria mesmo realizar o sonho de ser cadela pelo menos uma vez no dia. Se vocês gostaram desse relato me mandem mensagens pelo e-mail: [email protected] ou pelo meu insta… leo_love_sex tenho um cão pronto para transa virgem, chamado Marley estou procurando alguém para inicia-lo, quem quiser viver essa eperiência me chamem, bjs.
2095 views

Contos relacionados

Perdi a virgindade com um cão

CONTO EROTICO Perdi a virgindade com um cão 2024 Olá meu nome é Ana tenho 18 anos, sou loira tenho 1,65 , sou bonita e tenho um corpinho tentador... kkk. mas não interessa! hoje tomei...

LER CONTO

O dog virgem do Mecânico

conto erotico O dog virgem do Mecânico 2024 Sou h gay, moro em São Paulo, não tenho dogs, e estava buscando dogs machos pra me fuder e engatar no meu cuzinho, como já engatei algumas vezes...

LER CONTO

MEU SOGRO, MINHA ESPOSA E NOSSO CACHORRO!

POR SUGESTÃO DO MEU SOGRO ARRUMAMOS DOIS CÃES DE GUARDA PARA NOSSA CASA QUE APESAR DE SER NO MESMO QUINTAL DO SOGRO, ACHEI LEGAL SUA INICIATIVA PORQUE CONSTANTEMENTE TRABALHO A NOITE DEIXANDO MAYARA...

LER CONTO

COMPREI UM DOG ALEMÃO SÓ PARA ME FAZER SUA CADELA

Conto erotico COMPREI UM DOG ALEMÃO SÓ PARA ME FAZER SUA CADELA 2024 EU SOU SOLTEIRO, 63 ANOS E DESDE DE MUITO JOVEM PRATICO A ZOOFILIA COM CACHORROS. FUI UM DESEJO QUE APARECEU  QUANDO AINDA...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos