Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Incestos » Minha prima inocente

Minha prima inocente

Publicado em 17/05/2021 por Nicolas

Minha prima inocente

Minha tia me pediu que acompanhasse a priminha a uma festa de casamento. Menininha de 16 para 17 anos, nunca saiu sem a mãe  ou irmãos .

Queria muito ir a tal festa. Eu nunca tive interesse na priminha pra namorar, mas, é  claro, atração  não  tenha duvida, linda de sorriso doce.

Cabelos longos negros e muito brilhantes, peitinhos pontudinhos, bunda empinada, coxas grossas torneadas, muito gostosa mesmo, mas muito inocente
Na minha cidade tem um recanto turístico, casa Japonesa, antes chamava Caixa d’agua, fica no pé  da Serra, e pra chegar lá  uma linda estrada em meio a floresta , coisa de um km,mais ou menos, naquele tempos sem perigo nenhum. E o casamento foi lá .

Fomos a tarde andando,a prima estava deslumbrante, vestidinho colado, exibindo cinturinha fina. Seios protuberantes , curtos acima dos joelhos mostrava as pernas deliciosas, bunda aparecia com cuvas preciosas ,e ao sol da tarde uma leve transparencia é mostrava a calcinha miniscula, parecia uma mulher apesar da pouca idade, transparencia sensualidade, no caminho entre a mata os  grupos andavam, a garota chamava atenção  de todos homens, e a minha também.
A festa transcorreu em muita alegria , o tempo passou depressa, logo o salão  foi ficando vazio, aproveitamos ao maximo, antes de marcarmos de volta.
No caminho agora bem escuro, as amigas caminharam na frente, fiquei com a prima para trás, segurei na mao dela, dei um beijo, na face , ela estranhou mais gostou, ousei mais, beijei os lábios.

Assustou, nunca tinha sido beijada, voltei a beijar senti agora, o molhadinho da lingua,e o corpinho estremeceu nos meus braços, senti os peitinhos durinhos, não  resisti segurei a bunda com as duas mãos, ela sentiu meu pinto duro contra sua barriguinha, puxei o tecido leve do vestido, meus dedos acharam a calcinha molhada, logo a intimidade quente , arrepiou ao ser tocada no clitóris, me puxou contra seu corpo, apaguei o gelo carinhosamente, a garota gemia, sugava minha lingua com força, minha mão  ficou alagada nos pelos e na calcinha.
Virei ela de costas , o pênis  duro, agora estava na bundinha, levantei a sainha, abaixo o devo da minha calça, o membro escorregou para o meio das pernas dela. Minha não  continuava masturbando a bucetinha virgem, a menina gemia alto,e o pau estava entre as coxas, ela gosava de uma forma molhada, as maozinhas dela tentavam abaixar a calcinha, a luz de um veiculo surgiu na curva, me recompus, passaram e não  perceberam, no escuro de novo, coloquei a mão  da garota sobre meu pênis ,ensinei – o movimento, logo gozei, o jato atingiu nas pernas dela, e uma barra do vestido, beijei os lábios, apertei os pequenos seios.

Com meu lenço  ela limpou o que deu da não é  das pernas, uma mancha no vestido, foi inevitavel, sorridente ela disse que daria um feito para ninguém  perceber.

Logo alcançamos  o grupo, entramos na cidade, paramos numa fonte luminosa, aguas bailavam ao som de músicas  clássicas , um fotografo fazia fotos de casais, tiramos uma , eu e ela,e a curiosidade,as fotos eram naqueles pequenos monóculo. Guardei aquela  lembremanca ate pouco tempo, maus de 40 anos, sumiu. Sempre lembramos daquele dia, pois na foto a mancha de esperma ficou muito visivel.
Ah! Ia me esquecendo,e daquele dia em diante começamos  a namorar, casamos e estamos casadoss ate hoje felizes. Bem mais de 40 anos. A prima continua gostosa. Como quase tido dia, agora nem tanto mas…

4282 views

Contos relacionados

MANINHA!

NOSSAS BRINCADEIRAS DE CASINHA ERA COMUM ‘COMER’ AS MENINAS, DAQUELE JEITO QUE SÓ CRIANÇA SABE FAZER: TIRAR O PINTINHO PRA FORA, DEITAR NO MEIO DA PERNAS DELAS E METER COMO DOIDO POR CIMA DA...

LER CONTO

Transo com meu filho, é a melhor pica que já senti

Transo com meu filho, é a melhor pica que já senti. Meu nome é Nelma, sempre presei pelos bons costumes e conservação das tradições familiares dentro do conceito politicamente correto. Mas,...

LER CONTO

Meu primo e suas putinhas

Meu primo e suas putinhas.     Eii, meu nome é Lucas, esse conto é de quando tinha meus 13 anos, na época morava com meus pais.   Meu pai sempre muito trabalhador, saia cedo...

LER CONTO

Troca-troca incestuoso II

O casal Ylena e Yuri observam com expressões de pura tesão o esforço de Leilane para engolir por inteiro o imenso e grosso cacetão de Jardel. Os homens estão já estão na casa dos cinqüenta. As...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos