Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos zoofilia » Meu sodomizador canino

Meu sodomizador canino

Publicado em 11/05/2022 por Helga Shagger

Nunca havia feito sexo com ninguém, embora fosse extremamente assanhada quando estava sozinha. Costumava me masturbar com freqüência e já sabia o que era gozar.

Tinha um corpo muito esbelto e bastante proporcional. Coxas grossas, bubum arrebitado, seios já bem grandinhos. Já tinha namorado, mas o máximo que havia ocorrido entre a gente era alguns “malhos” mais fortes. Às vezes pegava no pau dele até ficar grande, mas só por cima da calça. Aquilo me deixava muito louca de tesão, mas não podia ir até o fim, já que era virgem.
A verdade é que chegava em casa, depois de ter saído com meu namorado, com um tesão enorme e, geralmente, me satisfazia me masturbando.

Meus pais tinham um cachorro Dog Alemão branco de nome “Rex”. Embora fosse um cão enorme, era muito meigo e carinhoso. Eu era muito apegada a ele. Costumava banhá-lo com freqüência, acariciar seu pelo, suas orelhas. Era manso demais. Estava sempre no meio de todos, dormia na sala e às vezes no quarto da gente e até na cama. Minha mãe não gostava disso, mas o “Rex” era muito atrevido e teimoso.

O corpo dele era lindo! Pelos curtos, tórax largo, pernas grossas, mas o que chamava mesmo atenção era aquele pedaço de carne descomunal que tinha entre as pernas no meio de duas bolas enormes. Aquilo era uma indecência! Meus olhos sempre baixavam para lá, quase que magnetizados!
Lembro que uma vez não me controlei ao ver seu membro parcialmente para fora, com a cabeça vermelha exposta. Corri para meu quarto e me masturbei pensando naquilo!

Certa noite, saí com meu namorado e ficamos “dando um malho” dentro de seu carro. A coisa foi mais longe daquela vez e, quando passava a mão em seu pau, ele o tirou para fora! Não resisti e, pela primeira vez na vida, senti o prazer de ter um pau de verdade nas minhas mãos. Aprendi a masturbá-lo naquela noite. Ele reclinou o banco do carro, veio por cima e colocou nas minhas coxas, gozando na da calcinha, deixando-a toda encharcada.

Já era quase 1 hora da manha quando ele me levou para casa. Entrei em silêncio para não acordar meus pais e fui para meu quarto. De tão cansada que estava, sequer tomei banho. Tranquei a porta de meu quarto, e com aquela cena que tinha acabado de ocorrer na cabeça e os hormônios no sangue, já com a intenção de me masturbar, me deitei de calcinha e mais nada no corpo.

Já havia apagado as luzes, quando ouvi um barulho no quarto: percebi que o “Rex” estava lá dentro, nos pé da cama, sentado no chão. Como às vezes ocorria, o “Rex” pulou para a cama e se deitou também. Até aí, nada de novo, já que normalmente ele se deitava e dormia.
Naquela noite, entretanto, não sei se sentiu o cheiro do esperma em minha calcinha ou dos fluidos que emanavam de minha “bucetinha”, ao invés de dormir ele começou a me lamber. Começou pelas pernas, mas foi subindo em direção à virilha. No início eu senti cócegas e pedi par ele parar:
“-Para, “Rex”, murmurei, mas de nada adiantou. Continuou seus movimentos sem dar a mínima atenção.
Acabei sentido arrepios. Meus pelinhos loirinhos ficaram imediatamente enrijecidos. Minha pele todinha começou a se ouriçar. A sensação era muito boa e acabei deixa-o prosseguir. Desejei mesmo que o fizesse, mas não tinha intenção de mais nada a não ser deixa-lo lamber minhas pernas.

Mas não foi isso que ele quis ! Continuou a lambeção e foi subindo em direção à virilha. Sua língua atrevida dançava por ali com uma voracidade enlouquecedora. Nesta altura o que sentia não era mais cócegas: era tesão mesmo.Os bicos de meus seios ficaram duros. Minha xota, que já estava que já estava meladinha, voltou a produzir uma torrente de fluidos.

Me sentia relativamente segura, pois imaginava que a calcinha que usava seria capaz de proteger minhas partes mais íntimas.
Da virilha e parte interna das coxas ele passou a cheirar e lamber a boceta, por cima da calcinha, que era bem pequena. Logo sua saliva acabou por encharcar a já umedecido calcinha, reduzindo ainda mais seu tamanho.
Molhada e enrolada pelos movimentos, não percebi que não estava protegendo mais nada, estava, sim, ajudando a excitar ao se transformar num fio dental torturante pressionando ainda mais meu clitóris.

Fiquei profundamente confusa a partir de então. Estava, no escuro, com aquele cão me chupando, todo aquele tesão contido, todas aquelas novas sensações e uma língua irresistível passeando, agora bem em cima da minha bocetinha totalmente exposta !

Num breve relance consciência tentei resistir! Percebi que aquilo era uma loucura e que não deveria continuar, que deveria me livrar daquele monstro que me seduzia.
Numa tentativa de me proteger, me virei de bruços na cama, pensando em deixar minha boceta fora de seu alcance. Não percebi que esse erro seria fatal !
O cão começou a lamber minha bundinha, passando sua língua poderosa por entre as nádegas, percorrendo o caminho completo, de cabo a rabo, de cima a baixo, do cuzinho ao monte de Vênus a cada estocada ! Encontrou o buraquinho de minha boceta e enfiava a língua até onde conseguia, arreganhando minha carne.
Passei a não me reconhecer mais, a partir de então. Ninguém nunca havia sequer tocado daquele jeito! Minhas partes mais íntimas estavam sendo deslealmente atacadas, sem nenhuma possibilidade de resistência.
Um vulcão de sensações eclodiram em minha cabeça. A razão havia perdido totalmente a luta para as emoções e o tesão simplesmente tinha tomado conta de meu corpo! Não mais uma menina de 18 anos virgem e inocente. Uma mulher sedenta e voraz tomou conta de meu corpo infantil ! Desejando ardentemente, deitada de costas que eu estava, acabei por arrebitar minha bundinha para ele, levantando o trazeiro!
O cão, encorajando-se perante a vitória, entendeu na hora a mensagem. Ansioso para desfrutar seu prêmio, pulou em cima de mim, que havia ficado de quatro, prendeu minhas ancas com suas patas enormes e começou a dar estocadas.
Totalmente passiva, senti algo enorme, desproporcional mesmo, batendo em minha bunda ! Seus movimentos eram frenéticos, e descontrolados e poderosos! Assumiu seu papel de macho, através de seu membro poderoso, e tomou conta da situação, subjugando totalmente.
Seu pau ora subia em direção ao anus, ora passava por meu clitóris escorregando em cima de meus pelos! Nada de semelhante havia sentido em minha vida! Como era gostoso sentir aquilo! A calcinha, despedaçada, nem sequer sabia onde tinha ido parar.
Agora sentia o contado direto de seu pau em cima de minha xoxota encharcada, que, lacrimejando, chorava para ser deflorada. Por muito tempo ele me dominou, segurando meu quadril com suas patas dianteiras e batendo todo seu genital na minha bunda, sem conseguir a penetração que eu passara tanto a desejar.
Sedenta por desempenhar meu papel passivo, me posicionei melhor para ele. Arrebitei a bunda, abaixei o tronco, quase encostando a cabeça no colchão. Nesta posição ele acertou a pontinha de sua vara bem na entradinha do meu anus! !
Imediatamente ele percebeu que era ali o lugar! Com um movimento fortíssimo metade de seu pau me penetrou de uma só vez ! Senti uma dor descomunal! Era muito grande o pau daquele cão! Voltou um pouco para traz e bateu novamente chegando até entalar completamente meu reto anal! Não parou mais, então!
Movimentando-se como um doido, batia com força e voltava. Eu só escutava os sons de sua vara me penetrando, atolada em meu cusinho sedento!
Não queria que parasse mais. Inaugurada que fora, saboreava eu o meu prêmio. Como o desejei, a partir de então! Seu pau foi crescendo cada vez mais, atendendo aos meus anseios mais íntimos. De nada eu sentia a falta. Tudo havia em abundância naquele momento.
Continuou longamente seus movimentos, saindo quase que inteiro de cada vez, atolando em seguida sua vara até o fim. Sons irreconhecíveis ouvia-se pelo quarto. Meu gemido contido constratava-se com sua respiração descontrolada.
Encontrei seu ritmo e passei a fazer a dança do sexo com ele com movimentos sincronizados. Sua respiração estava acelerada! Sua língua encostava-se em minha nuca, lambusando-me ainda mais. Desvairadamente, sem nenhum controle, passei a bater meu traseiro contra aquela vara descomunal.
Senti que havia em sua base um caroço enorme, quase do tamanho de um punho. Ele continuava batendo e forçando e aquilo começou e me penetrar. Desejosa e sem nenhum pudor facilitei a entrada daquela tora que me preencheu totalmente!

Senti que algo me rasgava por dentro, mas o tesão imensurável me impedia de sentir dor. Totalmente dentro de mim, completamente dono da situação, como que a desfrutar o sabor da vitória o cão parou de se mexer . Sua respiração entretanto, assim como a minha, denunciavam o gozo iminente!
Parecia que me curtia todinha por dentro! Não havia mais diferença entre nós, naquele momento. Como uma cadela no cio, passei a gozar abundantemente, debulhando-me em pétalas de prazer. Sentindo que gozava em seu pau, o cão, cumprindo seu instinto animal, me inundou por dentro com seu líquido abundante, que, de tanto que era, escorria por entre minhas pernas como uma cachoeira.

Após algum tempo, consegui me soltar daquele pau e me levantei para ir ao banheiro. Ao acender a luz do quarto levei um susto muito grande: olhei para o “Rex” e não acreditei no que vi: seu pau era enorme!!!!!! Estava muito grande mesmo !!! Grosso, belo, roliço e ainda pulsante !!Quase o dobro do tamanho do pau de meu namorado! Vermelho, poderoso! Foi aí que me dei conta do que havia acabado de fazer.
Foi nessa hora que, com um suspiro longo, antes de adormecer, imaginei o quanto ainda tinha o que fazer com o “Rex”.
E assim tem sido, por muitos e muitos anos.

Convido meus leitores a visitar meu bloghttp://eternahelgashagger.blogspot.com.br/ ou http://eternahelga.blogs.sapo.pt/ onde encontrarão esses contos devidamente ilustrados. Obrigada

1132 views

Contos relacionados

Bebendo o leitinho do meu dog

Bebendo o leitinho do meu dog Tenho muito tesão  em zoofilia, e que sempre que possivel, eu masturbo o cachorro da família , um labrador. Sempre batia uma punheta pra ele e sentia o pauzao...

LER CONTO

Suruba com pitbulls

Suruba com pitbulls O tesão  da zoo com cachorro, dupla penetração  e buceta gozada!!! Bom o que vou relatar aqui é  real e foi uma das experiencias mais prazerosas que já  tive em...

LER CONTO

MEU SOGRO, MINHA ESPOSA E NOSSO CACHORRO!

POR SUGESTÃO DO MEU SOGRO ARRUMAMOS DOIS CÃES DE GUARDA PARA NOSSA CASA QUE APESAR DE SER NO MESMO QUINTAL DO SOGRO, ACHEI LEGAL SUA INICIATIVA PORQUE CONSTANTEMENTE TRABALHO A NOITE DEIXANDO MAYARA...

LER CONTO

O cavalo montando na Ingride

“Minha nossa senhora, o quê eu fiz!? Eu estou louca! Com certeza! Chupando o pau dum cavalo! Me valha, meu deus! O que está acontecendo comigo? Eu preciso de ajuda... de ajuda de um psiquiatra....

LER CONTO

3 - Comentário(s)

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?
Conheça o site de contos eróticos mais quente do Brasil. Faça outras pessoas sentirem tesão apenas com sua escrita, se abra com textos bem safados. Não deixe escapar nenhum detalhes, faça as pessoas se imaginarem naquela situação. Então saiba que você será capaz de fazer muitas pessoas gozarem apenas com suas escritas. Nós contos falamos apenas coisas pessoais que aconteceram conosco, agora já imaginou contar um segredo, algo único que ninguém pode saber? Então agora temos esse espaço, se chama meu segredo, você pode nós contar seus segredos, sem medos, sem julgamento, apenas se deliciar com os comentários mais safadinhos…… Então temos a maior mistura louca aqui, você pode falar dos seus desejos e ao mesmo tempo pode contar algo que te aconteceu… Esperamos entreter sua imaginação, leia os contos que te da mais tesão, temos uma ampla categoria, alguns dos melhores temas você só encontrar conosco,temas como cdzinhas, corno. Nós não somos responsáveis pelos contos aqui, apenas divulgamos contos enviados a nós. Somos um site independente sem parceiros. Melhores contos eróticos gays, contos eróticos cnn, contos de sexo, contos porno, contos com fotos. Então clica . Ah temos uma página de segredos, igual a página "eu confesso " mas 100% brasileiro e sem problemas com sua escrita Discover the hottest erotic story site in Brazil. Make other people horny just with your writing, open up with really naughty texts. Don't miss out on any details, make people imagine themselves in that situation. So know that you will be able to make a lot of people come off just by your writing. We tales only talk about personal things that happened to us, now can you imagine telling a secret, something unique that no one can know? So now we have this space, it's called my secret, you can tell us your secrets, no fears, no judgment, just delight in the naughty comments…… So we have the biggest crazy mix here, you can talk about your desires and the at the same time you can tell something that happened to you… We hope to entertain your imagination, read the stories that make you the most horny, we have a wide category, some of the best themes you can only find with us, themes like cdzinhas, horn. We are not responsible for the stories here, we only share stories sent to us. We are an independent site with no partners. Best gay erotic tales, cnn erotic tales, sex tales, porno tales, photo stories. Then click . Ah, we have a secrets page, just like the "I confess" page but 100% Brazilian and no problems with your writing Descubra el sitio de historias eróticas más popular de Brasil. Pon a otras personas cachondas solo con tu escritura, ábrete con textos realmente traviesos. No te pierdas ningún detalle, haz que las personas se imaginen en esa situación. Así que debes saber que podrás hacer que mucha gente se destaque solo con tu escritura. Los cuentos solo hablamos de cosas personales que nos sucedieron, ¿ahora te imaginas contando un secreto, algo único que nadie puede conocer? Así que ahora tenemos este espacio, se llama mi secreto, puedes contarnos tus secretos, sin miedos, sin juicios, solo deleitarte con los comentarios traviesos ... Así que tenemos la mezcla más loca aquí, puedes hablar sobre tus deseos y el al mismo tiempo puedes contar algo que te pasó… Esperamos entretener tu imaginación, leer las historias más cachondas, tenemos una amplia categoría, algunos de los mejores temas solo los puedes encontrar con nosotros, temas como cdzinhas, cuerno. No somos responsables de las historias aquí, solo compartimos las historias que nos envían. Somos un sitio independiente sin socios. Los mejores cuentos eróticos gay, cuentos eróticos cnn, cuentos sexuales, cuentos pornográficos, historias fotográficas. Luego haga clic. Ah, tenemos una página de secretos, como la página "Lo confieso" pero 100% brasileña y no hay problemas con tu escritura.
© 2022 - Club dos contos eroticos