Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos surubas » Do elevador para reunião

Do elevador para reunião

Publicado em 18/05/2023 por Golden Beach

Então , dando continuidade ao conto do elevador, que foi uma das experiências mais maravilhosas que tive com minha esposa, algo que só acontece com a gente mesmo rrsss

Como leram , para surpresa geral, a loira executiva e elegante era a nossa nova advogada que teríamos a reunião. Ela muito profissional, abriu a porta e nos acomodou na ante sala , pedindo para aguardar um pouco enquanto preparava a reunião.

Eu e Carla já nos olhamos com carinha de safados , afinal estávamos subindo pelas paredes após a aventura no elevador. O cheiro de sexo estava no ar…

Pronto que fomos convidados para entrar na sala principal e demos com aquela mulher sentada em uma cadeira, na ponta de uma mesa de pedra, e ao fundo dela uma janela bem grande de vidro que dava para ver a cidade lá embaixo e um belo entardecer.

Ela muito profissional mesmo, conduziu a reunião com maestria. Até que em certo momento a Carla sentiu um pé macio tocando a perna dela por debaixo da mesa. Ela se assustou e segurou firme minha mão , meio que mostrando o que estava acontecendo…

porno telegram

Ai que Dra Fernanda me olha e diz:

O elevador daqui é quente não é mesmo?

A Carla então disse não entender muito a pergunta, desde que o prédio tem ar condicionado para todo lado …

Ai que a Dra Fernanda pergunta se aceitávamos tomar um vinho, pois o expediente havia encerrado, nossa reunião tinha sido um sucesso e o pôr do sol estava lindo.  Carla olhou pra mim e meio que pedindo autorização… Pelos olhares já nos entendemos.
A Dra então me solicitou, orientando tudo, para pegar o vinho na copa. O que prontamente fui fazer.

Entao ela falou a minha esposa: Carla , eu estava naquele elevador e fiquei simplesmente louca com sua atitude. Que cena maravilhosa… Carla ficou meio sem jeito na hora , mas sorriu e disse a ela que adorava essas “aventuras”!com o marido. Achava instigante e apimentava a relação.

Ai Fernanda falou: Pois é, passo um momento no casamento difícil é meu marido já não me procura como antes, então ver vcs ali com aquele fogo mexeu demais comigo. Espero que não esteja sendo invasiva… Eis que entro com o vinho e as taças para servir e já sentindo um clima no ar…

Servi minha esposa e logo em seguida a Fernanda, Fizemos o primeiro brinde e Carla já falou pra ela: Dra , obrigado por confidenciar algo tão pessoal. Digo que me solidarizo com você, e que, acredito que não foi por acaso que estávamos nos conhecendo. Que como mulher é bem resolvida no casamento, faria o máximo para que aquele brinde fosse muito especial. Afinal uma mulher como ela não poderia mesmo passar por isso…

Eu sentindo o clima, disse que iria buscar água na copa… Demorei um certo tempo, até que ao retornar já vi minha esposa de frente pra janela e Fernanda por trás dela dizendo no ouvido que estava incrivelmente agradecida pela forma como  recebeu a situação.

Ela virou-se para mim e disse: Eu admiro muito um homem com sua atitude e foi impossível não me excitar com vcs no elevador…

Ali ela jogou francamente e disse pra que veio rrssss Foi automático, o volume em minha calça não tinha mais como esconder! Ela virou-se para Carla e falou direta : Vc passa bem hein?

Entao Carla disse: E como Dra. e acredito que vc não perde por esperar… olhou fundo nos olhos dela, tirou o blaser, desabotoou os primeiros botões da blusa dela, deixando parte dos seios já a mostra. Deu-lhe um beijo no pescoço e descendo pelo busto até chegar na parte a mostra dos seios. Fernanda fechou os olhos e suspirou fundo…
Carla como sabia o que ela estava passando, então conduziu a situação. Pegou ela é a colocou de volta sentada na cadeira, deixando seu rosto praticamente de frente pra minha cintura tendo ELE já pulsando. Pegou a mão dela e juntas seguraram bem firme em meu Pau! Fui a loucura! Ai que Fernanda não se segurou e já foi abrindo minhas calças, colocou ele pra fora , olhou para Carla e disse: Posso? Carla então falou: Não só pode como deve, vc não tem noção de quem estás conhecendo … Carla segurou por trás do cabelo dela por debaixo da nuca e conduziu suavemente a boca dela para meu pau, que estava completamente duro como uma rocha.
A mulher nem lambeu, engoliu de uma só vez e passou a chupar como se fosse a última rola do mundo!!!
Daí que Carla se ajoelhou entre nós e levantou a saia de linho dela , dando uma lambida da batata da perna até perto de sua virilha , passando pelo meio das pernas. Nessa hora pensei que ela iria arrancar meu Pau fora de tanto que ela sugou. Estava extasiada de prazer e quando Carla pegou com a boca sua calcinha, estava completamente encharcada… Arrancou fora e a chupou muito fundo… Então levantei a Fernanda e disse, vamos ver o por do sol . A coloquei de frente pra janela aberta, tomando aquele vento, por trás acabei de desabotoar a blusa enquanto Carla tirava a saia. A deixando de sutiã lindo, sem calcinha e de salto alto.

Nossa, estava maravilhoso demais!!!! Carla tirou o vestido rapidamente e começou a passar a pontinha dos seios nas costas dela enquanto a lambia na nuca. A mulher uivava de prazer… Mas o tempo todo fazia questão de mostrar a ela que teria o que tanto sentia falta com o marido… Pegava a mão dela e colocava para me segurar firme. E perguntou pra ela: Então Dra. posso lhe agradecer pela ótima reunião? Ela falou: Estou completamente entregue a vocês…

Carla colocou ela apoiada na janela, abriu um pouco suas pernas, flexionando os joelhos de leve e a puxou pela cintura empinando bem aquela bunda linda. Me olhou com uma cara de safadinha e disse: Vem mostrar pra Dra Fernanda o que deixa tão feliz meu amor…

PQP, enlouqueci de vez e não teve muita cerimônia, pois sabíamos o quanto ela estava louca. Completamente molhada, quando coloquei a cabecinha ela mesma já empurrou a bunda pra trás de uma só vez!!! Confesso que quase gozei ali mesmo… Mas tenho bom controle e sabia que estávamos só começando…

Carla começou a beija-lá e massagear os seios, apertando o biquinho de leve . Então colocou o dedo na boca dela deixando bem molhado e enquanto eu a socava por trás, começou a passar em movimentos suaves no rabinho da Dra. Até que entrou o dedo e começou a fazer movimentos circulares e gostosos . Ela não acreditava no que estava acontecendo… Gozava copiosamente, gemia, gritando…

Do elevador para reunião

Do elevador para reunião

Ate que Carla falou: É Dra, agora preciso finalizar o que fazia no elevador rrsss

Me sentou na cadeira da advogada e de costas para mim, pediu para se apoiar nos ombros dela. Ai ela judia, bem de leve sentada deixando so a cabecinha entrar, mexia um pouco e tirava. Parecendo que queria mostrar que eu sou dela e que sim, após anos de casados sabia muito bem como me deixar louco. Ficou nessa provocação um tempo, até que olhou fundo nos olhos da Fernanda e sentou de uma só vez!!!! A mulher gozou so de ver… Víamos o gozo escorrendo pelas pernas dela… Ela sentou-se na mesa e colocou as pernas sobre os ombros de Carla que a chupava enquanto rebolava em cima de mim de costas…

Trepamos muito e de todas as maneiras naquela sala… nos tornamos bons amigos, ela resolveu nossa situação da reunião da melhor forma possível e ainda tivemos a chance de conhecer o marido dela e ajudá-los na relação….
Isso contamos em uma outra história pra vcs.

PS: Minha esposa participa dos escritos dos contos, afinal são reais.

418 views

Contos relacionados

Depravações em um casamento II

Leilane vai casar amanhã, domingo. Hoje será a “despedida de solteira” dela no Chez Ju, um clube só pra mulheres. Seu noivo, Afonso vai fazer sua “despedida” num bar temático ao estilo do...

LER CONTO

Hospedado na casa de Casal de Amigos

assim poderia acontecer comigo. Tudo começou, quando fui contratado para trabalhar numa cidade vizinha a minha. Cerca de 50km da minha cidade. Por vezes, preciso ficar em Goiania quando tem algum...

LER CONTO

Eu Minha esposa e minha cunhada.

Eu Minha esposa e minha cunhadaBoa tarde, meu nome e Rick,tenho 1,89 92 kg, 42 anos , moreno cabelo liso preto, pica 20x5, sou casado com Katharine uma morena clara, 39 anos, cabelo longos preto...

LER CONTO

Fui forçada a fuder com meus jardineiros

Fui forçada a fuder com meus jardineiros Meu nome é cerejinha , sou morena clara, olhos castanhos, 1.65m e peso 56 kg bem distribuídos pelo corpo. Seios volumosos de bicos rosados e pontiagudos....

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 1 = ?

Parceiros Do Site

© 2024 - Club dos contos eroticos