Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Incestos » De Volta As Origens

De Volta As Origens

Publicado em 18/08/2022 por herege

A cada curva da estrada o coração palpitava batendo mais forte, os pensamentos voavam pela cabeça, um misto de agonia e  ansiedade tomava conta dela,  como seria recebida?, como seria este encontro

As lembranças de um passado distante, mas nunca esquecidas povoavam sua mente emaranhado seus pensamentos.

Já se passaram vinte anos  como estaria o velho Joe?

O que saberia ele sobre ela?

Marli nunca tivera notícias dele desde que partira, será que ainda estaria vivo, bem de saúde, logo ela iria saber , era questão de mais alguns quilômetros.

porno telegram

Uma mistura de sentimentos confusos   invadiu sua mente, também uma ansiedade profunda, algo estranho turvavam os pensamentos lagrimas marejaram seus olhos.

Marli sentiu desfalecer quando o carro embicou pelo estreito trilho que levava até a  velha casa perdida no meio do nada, naquela região árida que a seca castigava ainda, foi  onde passara seus  primeiros dezoito anos de  vida, onde tivera experiências incomuns quando era ainda uma garotinha ingênua.

Um enorme cão negro ladrou  ameaçador , anunciando a chegada deles com seu latido estridente, um senhor de barbas branca, roupas rotas  caminhou contrariado em direção deles para os  receber  , com um ar nada satisfeito por terem invadido sua privacidade.

OLA VELHO JOE,  COMO VAI MEU PAI

O velho fixou o olhar na bela mulher parecendo mesmo ter levado um susto, não a reconhecendo imediatamente, depois de um tempo inerte respirou profundamente, quem estava ali era sua filha a danada que fugira sem deixar rastros .

Marli desceu do carro   aproximando-se  dele, foi um abraço demorado em que ela chorosa se emocionava, ao reencontrar  o velho Joe, que  afagou com um gesto vago de carinho  , seus olhos se perderam no nada, deu  um débil  murmúrio algo incompreendido por ela.

.

Docilmente ela o afastou mostrando a ele o homem que a acompanhava.

ESTE E PABLO MEU MARIDO.

Um aperto de mão muito cordial de ambos, deixou Marli satisfeita por não sentir nenhum gesto de rancor no velho Joe mesmo que ele estivesse acabrunhado.

Mas Pablo educadamente  se afastou para deixar ambos ficarem sós, pois  ficariam mais a vontade para se falarem, depois de tanto tempo.

A conversa não fluía os dois pareciam encabulados estudando as frases que pronunciavam, temendo se magoarem um ao outro.

Em voz baixa Marli contava como fora estes vinte anos longe sem saber  notícias dele , um olhar de alegria  que ela conhecia tão bem iluminou o rosto do velho Joe, quando ela falou que tinha uma filha linda que já completara dezesseis  anos, que se chamava jade.

Curioso quis saber mais da neta, uma menina que aparentava ter bem menos idade, diferente dela tinha os cabelos cor de mel pois era clara como o pai descendente de alemão.

Pequena como a mãe talvez mais frágil, Marli abriu a bolsa  retirou um álbum para mostrar as fotos da  filha jade .

Ele folheava as páginas encantado , ambos andando em direção a velha casa.

Uma sensação estranha invadiu Marli quando entrou porta a dentro, sentiu todos seus pelos se arrepiarem, como se estivesse excitada, num momento de lucidez olhou em direção a porta a procura do seu esposo,  em  pensamentos implorou para que Pablo entrasse porta a dentro, pois tinha um pressentimento que algo não imaginado por ela  poderia  ocorrer.

Um calafrio percorreu todo seu corpo deixando-a  petrificada, todos seus poros estavam arrepiados, suas pernas bambearam quando  viu o velho Joe deixar o álbum sobre a tosca e velha mesa, fitando ela com um olhar luxurioso, se dirigir até ela sentiu mais que percebeu que seu pai tinha dois dedos da mão entre  de seus lábios, os movimentava entrando e saindo da sua boca .sem perceber ela mamava aqueles dedos com uma luxuria impar .

PUTA CADELA VAGABUNDA

Ele murmurou  em seus ouvidos ela suava as bicas, gemeu com deleite  quando ele envolveu seus cabelos entre seus dedos, fazendo com que ela se  ajoelhasse  aos seus  pés, sacou seu enorme pau rígido como a muito tempo ele não ficava, introduzi-o  entre seus lábios, Marli havida sem se importar com nada se viu    chupando aquele falo, que entrava entre seus lábios foram duas ou três estocadas, sentiu golfar em sua garganta jatos daquela porra que ela poderia jurar que reconheceria aquele sabor entre inúmeros outros  que ejaculassem em sua boca.

Um rio de seiva escorria de suas entranhas, ela sentiu seus gozos fluírem enquanto mamava na vara do seu velho pai.

Prometeu voltar pelo menos uma ou duas vezes  por mês  para vê-lo,   sentiu sua buceta se contrair ficar encharcada com seus fluidos, quando ele murmurou em seu ouvido, me traga  minha netinha para ser iniciada como você.

Entrou no carro com um ar enigmático  piscando para ele , sentiu um desejo estranho imaginando  ver ele seviciando a neta, foi  com um sorriso  exultante que  respondeu  pergunta de seu marido .

ESTA TUDO BEM, TUDO OTIMO , QUERIDO ESTOU  DE VOLTA AS ORIGENS .

Espreguiçou, se recostou no banco enquanto o carro partia, fechou os olhos imaginando nos dias que viriam ,,,,,CONTINUA

Ajude a manter a página Club Dos Contos Eroticos, faça uma doação em PIX [email protected], SUA AJUDA É MUITO IMPORTANTE.

1916 views

Contos relacionados

Quero engravidar minha tia casada IV

Devido as regras sociais e religiosas do casal Liana e Afonso, eles raramente ficam nus em frente um ao outro. Afonso é presidente do conglomerado presbiteriano evangélico e dono de diversos...

LER CONTO

COMO MAMÃE TEMIA, ME APAIXONEI POR ELA!

conto erotico COMO MAMÃE TEMIA, ME APAIXONEI POR ELA! 2024 QUANDO DESCOBRI QUE MINHA MÃE E MEU TIO, SEU IRMÃO ERAM AMANTES E PELO VISTO A TEMPOS, TODO O RECEIO, MISTURADO AO MEDO QUE ELA TINHA...

LER CONTO

A filhinha do papai

A filhinha do papai A cerca de tres anos, eu me separei...minha filha ficou morando comigo...sempre fomos muito ligados...sou empreiteiro de obras...tenho uma vida muito boa...minha filha...

LER CONTO

Presenciei minha mãe se masturbando, fui ajudá-la.

Conto erótico Presenciei minha mãe se masturbando, fui ajudá-la , em áudio Meu nome é Rafaela, tenho 25 anos, tenho pele branca, 1,56 de altura, corpo escultural elogios à parte, seios...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos