Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos coroas » conto erótico Coroa Safada

conto erótico Coroa Safada

Publicado em 09/08/2023 por Fatpimp

Escute o conto erótico Coroa Safada em áudio

Parte final.

Mais um conto real pra vocês

Sou intérprete de escola de samba. Um ambiente muito propício para se divertir sexualmente.

Em 2017, a escola onde eu saía contratou uma porta-estandarte nova, uma coroa gostosa chamada Vânia. Na época ela tinha 56 anos.

Ela é uma bela negra, com os cabelos pintados de loiro. Tem um par de pernas sensacional pra idade dela.

Conversando com uns amigos, ouvi o seguinte papo:

– A Vânia tá louca pra dar e o Claiton não chega junto. Esses dias ela reclamou pra Beth que ele só arreta ela e não come.

Achei aquela história muito interessante.

Algumas semanas depois, tínhamos uma viagem marcada pra fazermos uma apresentação na praia. Todos os destaques estavam convocados.

Na noite da viagem, cheguei cedo no ponto de encontro. Entrei no ônibus antes de todo mundo e já peguei o meu lugar. Como sou muito grande, as pessoas não sentavam ao meu lado. Quando o ônibus partiu o lugar ao meu lado ainda estava vago.

Alguns quilômetros depois, outros integrantes da escola subiram no ônibus e quem veio sentar do meu lado? Vânia.

– Boa noite, meu querido… posso sentar do teu lado?

– Pode até sentar no meu colo.

– Olha que eu sento mesmo!

A partir dali, minhas investidas na coroa ficaram mais sérias. A coroa safada não resistiu muito tempo, no escuro do ônibus estávamos aos beijos e minhas mãos já passeavam pelo corpo da Vânia.

Sem ninguém perceber, mamava nos peitões dela e brincava na sua buceta.

– Assim tu vai me fazer gozar. Chupa minhas tetas, que eu gozo fácil… mexe no meu grelo, meu grelo…

Vânia me beijou pra abafar o gemido da gozada. Meus dedos ficaram todos lambuzados com a gozada da Vânia. Ela pegou minha mão e chupou dedo por dedo.

– Gostinho de xereca de puta.

Reclinei meu banco e na escuridão do busão, Vânia tirou meu pau pra fora e engatou um boquete silencioso. Ela mamava minha piroca devagar. Me chupava com toda sabedoria de mulher mais velha. Não demorou muito e gozei na boca dela. Foi uma gozada maravilhosa. Vânia bem puta, engoliu tudinho.

– Adoro tomar porra de macho mais novo. Já te prepara pra volta. Vou te mamar a viagem toda.

– Pode mamar, tô cheio de leite.

No local da apresentação não tinha um cantinho pra eu comer a buceta da coroa. Só podia me contentar com o boquete no ônibus.

Depois da apresentação, voltei pro meu lugar. Vânia voltou logo em seguida. Deixamos todo mundo cair no sono, pra continuarmos com a nossa brincadeira.

Enquanto ainda tinha um pouco de barulho, Vânia com a mão dentro da minha calça, massageava minhas bolas.

– Tu tem um sacão grande. Quero mamar essas bolas depois.

Quando o silêncio tomou conta do ambiente, Vânia começou uma nova sessão de chupadas. Ela cumpriu o prometido, a mamou minhas bolas com vontade.

Ela ficou um bom tempo mamando no meu saco. Só depois que começou a chupar meu pau.

Batia com o meu pau na cara, cheirava, chupava. Parecia uma criança com brinquedo novo. Ela era uma máquina de chupar piroca, sabia como segurar o gozo do parceiro. Mas eu não sou de ferro, e gozei gostoso pela segunda vez.

– Vou dar um tempinho pra tu se recuperar. Mas depois eu quero mais leitinho.

Eu já tinha gozado duas vezes, e ela ainda queria mais. Meu Deus, que coroa boqueteira da porra.

Peguei no sono depois da gozada. Estava um pouco cansado da apresentação e das gozadas. Durante o sono comecei a sentir uma sensação esquisita, acordei e vi Vânia grudada no meu pau, mamando loucamente.

Ela batia uma punheta e enfiava o máximo que podia do meu pau na goela.

– Me dá mais leitinho, dá… tô com fome de leite quente na minha boquinha!

E dê-lhe mamada. Nunca vi uma coroa como Vânia, não sabia que ela gostava tanto de mamar. Acho que foi por isso que o Claiton fugiu da raia.

Vânia me fez gozar pela terceira vez, ela praticamente drenou meu saco.

– Pronto, gatinho. Agora já estou saciada.

Quando chegamos na parada dela, Vânia me deu um beijo e desceu. Juro que fiquei aliviado.

Vânia era uma mulher e tanto. Vocês ainda vão ler mais histórias sobre ela e de nossas transas incríveis.

Espero que tenham gostado de mais uma história real.

Até mais!!

1413 views

Contos relacionados

A tia do café

Escute o conto em áudio parte 1 Parte 2 Parte 3 Mais um conto real pra vocês Dei uma guinada na vida. Saí do condomínio depois de muitos anos. Fiz um curso técnico e por...

LER CONTO

Sexo & Doce de leite

Mais um conto real pra vocês Estava em casa, meio adoentado. Mal conseguia andar. Já passava dás 19h. Escutei vozes femininas no pátio da casa dos meus pais. Minha mãe chegava da rua com...

LER CONTO

Dei pro coroa gostoso ????

conto erotico Dei pro coroa gostoso 2024 Eu tenho 19 anos sou uma pretinha de 1.56 de altura com seios pequenos e bumbum razoável, cintura modelada, o coroa que eu fico ele é moreninho cabelos...

LER CONTO

Cunhada coroa recém separada

Conto erótico  Cunhada coroa recém separada, em áudio Vou contar algo que aconteceu neste mês e que no final quase não acreditei. Sou casado e tenho 38 anos, minha esposa 37, temos um...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 2 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos