Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos traição » casada frustada e tesuda

casada frustada e tesuda

Publicado em 04/10/2022 por Marcos

casada, frustada e tesuda

Olá, sou Marcos e o relato é de meados de 1994, Copa do Estados Unidos.
Fui contratado para gerenciar o comercial de uma fabrica de polipropileno em Araçariguama/SP e posteriormente muda-la para Barueri.

À época era casado com Sílvia, tinha 1 casal de filhos e tinha uma vida sexual excelente. Minha esposa nunca negou-me nada (locais, posições, anal, boquete e sua linda pepeka sempre bem depilada, quase lisinha).

O diretor que estava entrando e fazendo o apport financeiro colocou sua irmã Léia para acompanhar a transição e auxiliar-me no que fosse necessário.

Em uma bela quinta-feira, minha esposa ligou-me avisando que iria com seus pais para o litoral, pois ele precisava de um motorista, pois, sua P.A. estava alterada.

porno telegram

Nos despedimos e ela aproveitou para falar que nossa noite anterior foi maravilhosa e que está arrotando e peitando PORRA o dia todo.
Eu disse que ela era mega gostosa e que na volta iria me concentrar apenas em sua pepeka deixando seu “rabinho” descansar… Ela riu, despediu-se e desligou…

Percebi que alguém estava na extensão e como apenas eu e Léia estávamos no escritório foi fácil decifrar quem foi o curioso.

Como minha esposa iria viajar decidi ficar até mais tarde para adiantar o processo… O dia passou e ela não veio em minha para sala, inclusive nem sabia que roupa ela estava usando…

Às 18 hs veio despedir-ce e reparei como estava gostosa, saia jeans amarela e uma camiseta de linho branca transparente…

Com respeito a elogiei… Ela agradeceu e disse estar curiosa, mas, não conseguia fazer a pergunta…

Disse que ela poderia perguntar o que quisesse, mas, que tivesse ciente que eu responderia:

Ouvi “sem querer” sua conversa e não pude ficar curiosa: Sua esposa gosta de anal?

Sem pestanejar, foi na lata: SIM, o que manda é quem faz e se sabe fazer… E eu aprendi como “foder um Cú”, sem machucar…

Ela ficou corada, sorriu e despediu-se!

Quando estava na porta avisei que iria esticar para adiantar o processo e não tinha hora para sair.

Comecei meu trabalho e 60″ depois ela voltou…
Trazia lanches, refri dizendo que seu marido iria ao futebol e não estava afim de ficar só em casa.

Agradeci o lanche e reparei que ela estava sem sutiã e provavelmente sem calcinha…

A rola subiu, marcou a calça… Meu “parceiro” não é grande, tem uns 15 ct, mas, é grosso!

Disse que queria fazer uma pergunta, ela balançou os ombros e eu sapequei: Pq vc tirou o sutiã e a calcinha e voltou?

Ela ficou roxa, gaguejou e não percebeu que eu já estava atrás dela…

Coloquei a mão em sua bunda e validei que estava sem calcinha e percebi que o fechinho acima do ziper estava aberto:

Sem olhar me nos olhos, disse que seu marido não a tratava como ela gostaria, era sempre um papai mamãe e ela não durava, mais que 3 minutos, elle gozava e caia de lado dormindo…

Ela acabou de falar e eu abri o ziper e baixei sua mini saia, que bundinha linda, durinha, branquinha lisinha que brilhava…
Ela ficou de salto alto, roxa de vergonha…
Abri sua camisa e seus peitinho pequenos cabiam em minha mão e os agasalhava por completo…

Percebi pelo cheiro que o tesão estava a mil, tirei a pika para fora e coloquei em sua mão, e me descontrolei quando passei a mão na ppk e ela estava lisa.

Ela pediu para não olhar para mim e que apenas a fode-se como fazia com minha esposa…

Pediu – executo: Puxei a cintura dela pra trás separei suas pernas, pincelei a cabeça na entrada da ppk e encaxei a cabeçona, ela quase desmaiou, dei uma tapão na bundinha e empurrei tudo sem dó…

Quando o saco bateu na bunda, já comecei a bombar com força e ela tremia e chorava baixinho, gemia gostosamente e pedia por rola…

10″ depois ela anunciou o gozo e quase caiu no chão…

Eu não tinha gozado e aproveitando a calma e relaxamento, encachei no rabicó e pra dentro com muita força e mais tapas na bundinha…

Ela gemia, massageava o grelo, passava as maõs em minhas bolas e anunciou o gozo supremo!!!

Quase caiu novamente ao gozar, mas, faltava eu, segurei na cintura e acelerei ao máximo e gozei rios de porra naquela bundinha.

Depois que havíamos gozado mmuuiittoo ela pediu para se ajeitar, lavou-se, me agradeceu com um beijo incrível, pediu sigilo para houvesse uma repetição e foi embora…

Fiquei sem entender nada naquele momento, mas, semanas depois, fiquei sabendo que o marido não era chegado na coisa e só transava quando percebia que ela não estava mais aguentando…

Trabalhamos juntos por 2 anos e meio, transamos muito neste período, mas, meu contrato venceu e mudei para outra cidade, nos vemos raramente.

Minha esposa não desconfia… O marido dela não sei… Mas, hoje ela não está mais frustada e sim bem resolvida!!!!

Conto enviado por: Marcos Vini e Léia (Obrigado)

1650 views

Contos relacionados

Viagem com a amante

Olá... Me chamo Giovanne e vou contar mais uma história minha e da minha amante Jenny...Somos amantes a muitos anos e sempre queríamos estar juntos a vontade... Como namorados de mão dadas.....

LER CONTO

AMORES!

QUANDO PERDEMOS NOSSO BEBE COM TRES MESES DE GESTAÇÃO, A PRINCIPIO CULPEI DEMAIS JULIANA POR NÃO GUARADAR O REPOUO MÉDICO RECOMENDADO E COM ISSO ELA FICAVA CADA DIA MAIS DISTANTE DE MIM SE...

LER CONTO

A cunhadinha visualizou meu nuds

Em janeiro de 2019 minha esposa, eu e a familia dela, sogros, irmã e o seu marido, estavamos passando as ferias na praia da Gamboa na regiao de Garopaba/sc.Um dia de manha cedo eu me acordo e vou...

LER CONTO

Acostumei com a rola do vovô em meu cusinho I

Eu e minha mãe, aceitamos o convite do meu avô viúvo (pai do meu pai) pra ficar morando com ele até as coisas voltarem ao normal. Meu pai que estava desempregado e passando por dificuldades...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 2 = ?

Parceiros Do Site

© 2024 - Club dos contos eroticos