Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos fetiches » Meu tio e meus pezinhos

Meu tio e meus pezinhos

Publicado em 03/06/2024 por Camilinha18

Conto Erotico Meu tio e meus pezinhos

Primeira parte.

Oi queridos, vou relatar aqui o que aconteceu o último domingo.
Me chamo Camila, Camilinha como me chamam carinhosamente, tenho 18 anos, branquinha tenho 1,68 m de altura e loirinha. Uma princesinha como um certo alguém gosta de me chamar. Rs

Era domingo e eu tinha comprado a algum tempo um Mule com um salto lindo que estava na promoção. Infelizmente não tenha meu número, mas a vendedor disse pra levar e vir trocar depois, que daqui uns 15 dias chegaria uma nova remessa e eu teria comprado por esse preço, porque com certeza vai vir mais caro. Acabei comprando, e hoje resolvido fazer a troca.
Pedi um Uber mas já era o terceiro, eles sempre cancelam. E quando vi que ele estava mais perto fui descendo a rua do condomínio. Mais a frente, lavando o carro estava o tio Beto quando cheguei em frente a ele o Uber cancelou a corrida. Fiz aquela carinha de desapontada e ele reparou.
– O que ouve minha princesa?
– A tio, já é o terceiro que cancela a corrida no Uber.
E fiz aquela carinha de desanimada.
– E onde vc está indo?
– No shopping, tenho que trocar uma mule que comprei.
Ele prontamente disse.
– Entra aí que te levo.
– Não tio, não quero te atrapalhar.
– Nada disso pode entrar. Não é trabalho algum.
– Aí, sério? Não quero abusar.
– Claro que é sério, entra aí que vou guardar a mangueira.
Tio Beto, na verdade não era meu tio, mas conheço ele desde que me entendo por gente.
Amigo se infância da minha mãe.
Entramos no carro e saímos.
Assim que pegamos a principal resolvi tirar a sapatilha e por meu pezinhos no painel.
Nisso ele olha.
– Faz isso não minha princesa.
– Desculpa tio. Não gosta que coloque os pés no painel?
– Por mim tudo bem, mas vai tirar a minha atenção. Rs
– A seu bobo. Só vc pra elogiar meus pés.
– Mas são lindos mesmo e delicados.
Eu fico admirando os meus dedinhos e mexendo eles.
-Olha aí vc me provocando.
Rimos muito.
– Olha vou tirar os pés do painel e por no seu colo, que vc aproveita e faz um carinho já que vc gosta tanto deles.
Ele me olha enquanto pouso os pés no seu colo, fazendo ponta, pezinhos de bailarina.
-Tanto charme assim pra ganhar uma massagem nos pezinhos.
Eu sou um sorriso danadinho.
– Vai tio, faz carinho neles.
Ele coloca uma das mãos e vai acariciando até chegar no shopping.
– Você vai só trocar ou vai ficar por ai?
– Só trocar mesmo, porque?
– Faz o seguinte, eu entro no estacionamento, você vai lá faz a troca que te espero pra voltar.
– Poxa tio, vou ficar mal acostumada em. Rs
– Carona, massagem, elogios pro meus pezinhos.
– Só faltou beijar meus pés. Kkk
– Não seja por isso minha princesa.
Pegou meus pés e deu dois beijinhos, um em cada.
Eu dei um sorriso, calcei as sapatilhas. Sai do carro, dei a volta e bati no vidro. E ele abriu.
-Tio, você é muito fofo.
Dei um beijinho no rosto dele e sai.
Nao saia da minha cabeça ele acariciando meus pés e a cena dele dando os dois beijinhos.
Consegui trocar e voltei rápido pro carro.
Estava sorridente com a troca perfeita.
Entrei no carro e perguntei.
-Demorei?
-Claro que não minha princesa dos pezinhos lindos.
Eu sorri com o elogio. E e seguida peguei os sapatos e dei pra ele ver Enquanto isso já tirava as sapatilhas.
-Coloca nos meus pezinhos, pra vc ver com ficaram.
Ele casou os dois, e como ele estava meio que virado pra mim. Coloquei os pés no seu peito.
-Olha como ficaram lindos.
-Sem dúvida alguma.
-Mas minha princesa, eles já são lindos peladinhos. Rs
Eu ri do peladinhos.
-Mas sem dúvida deixaram os pezinhos da minha princesa mais charmosos.
-To falando que vc me deixar mal acostumada.
-Tio, tive uma ideia, a gente podia fazer um lanche no McDonald’s.
-Ali do outro lado da rua tem um que é drive e a gente nem precisa sair do carro.
-Nao aceito não como resposta e a conta é minha.
Ele tirou meus sapatos e os guardei.
– Ok vamos mas a conta é minha.
-Tio não vale eu que te convidei.
-Nada disso! Kkk
Chegamos no McDonald’s, pedimos nosso lanches e fomos estacionar. Em um determinado momento ele foi buscar o meu Sundae.
Ficamos conversando enquanto ele acariciava meus pezinhos.
De repente ele se estica e passa o dedo próximo da minha boca pra limpar um pouquinho do sundae e chupou o dedo.
Aquilo me deu uma ideia, recolhi um dos pezinhos passei um pouco do sorvete no dedão e levei até a sua boca.
-Tio, que um pouquinho? Rs
-Camilinha, isso é tortura.
-Não é nada, vai escorrer.
El abriu a boca e passou a língua bem devagarinho recolhendo o sorvete que estava escorrendo e depois colocou ele todo na boca chupando passando a língua, nossa que delícia que foi aquilo. No final beijou minhas solinhas e deu uma mordidinha que me arrancou um suspiro.
-Nossa tio! Que coisa gostosa.
-Que bom que vc gostou, sempre que quiser uma massagem nesses pezinhos de princesa é só pedir.
Nisso saímos e voltamos pra casa.
No caminho eu fiquei caladinha vendo ele acaricia meus pés até chegar na porta da casa dele.
-Pronto chegamos.
Nisso sai do meu transe, agradeci a tudo, finalizei dando um beijinho no rosto e fale que ele era um fofo 🩷.
-Tio vou cobrar a massagem viu!
-Pode cobrar.
Ele ficou no portão me olhando até chegar em casa. Na hora de entrar mandei um beijinho e sei tchau.
Já era 14hs, o dia passa rápido. Fui tomar um banho e as lembranças continuavam na minha cabeça. A suavidade dos toque dele o carinho não só com meus pés. Aquela chupada gostosa no dedão. Aqui tudo estava mexendo comigo. Senti a minha bucetinha ficar encharcada. Não me segurei e acabei ne tocando até chegar a um orgasmo delicioso que me fez escorregar pelas paredes do box, parando quando sentei no chão. A água quente caia pelo meu corpo que lentamente recobrar as energias.

Continua

1379 views

Contos relacionados

Apertei meu primo sem do

Apertei meu primo sem do Olá, me chamo emy, tenho 28 anos sou magra, ruiva, tenho 2 belos pares de peitos e uma bunda bem chamativa. Mas não  vim aqui falar sobre meu corpo e sim das bolas do...

LER CONTO

carol minha filha depois do baile funk parte 2

Eu creio que entrei em parafuso, ao ver Carolina naquele baile dançando e sendo sarrada daquele jeito , eu nunca olhara ela com olhares luxuriosos mas estava sentindo uma excitação inexplicável ,...

LER CONTO

Sobrinha cagando em meu pau

Tenho uma sobrinha linda, na verdade sobrinha da minha esposa,, loirinha, baixinha, bunda empinada e pernas grossas, ela era noiva e num final de semana que estavamos na casa de praia, a familia na...

LER CONTO

BDSM – Dominação & Submissão – Gozei como uma Cadela

BDSM – Dominação & Submissão – Gozei como uma Cadela (acrónimo para a expressão Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo)   Sou a Sheila, morena que...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Camilinha18 03/06/2024 20:14

    Espero que gostem é o meu primeiro relato.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 3 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos