Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

Já fui menina

Publicado em 16/06/2021 por Anaputa

Já fui menina

Não é uma estória. Infelizmente e uma historia real. Notei qdo criança  algo errado, os garotos, rapazes, todos me olhavam de forma estranha.

Descobri rapidamente que era pelo fato de eu ter pele muito branca, pernas grossas e bunda redondinha. Isso me pertubava. Cresci, fiquei rapaz, e isso continuava, mas estava se agravando, pois passei a gostar destes olhares, passei a olhar para homens, para o volume em suas calças, e ficava ainda mais perturbado. Um dia, tomando banho, pensei num deles em especial, ja o havia visto se masturbando, isso era comum no interior, grupos de rapazes conversando, e por vezes se masturbavam.

Mas este se mastubava me comendo com olhos, uma pica grande, linda, eu tentava não  olhar, mas chegava em casa louco, e me masturbava pensando nele.

Então  neste dia, tomando banho, surtei. Eu o queria, estranho para mim, mas eu o queria. Me masturbei rindo e chorando ao mesmo tempo.

A noite, noite de verão  sai para dar uma volta de bike. Usava camiseta de malha e short branco e tênis. E passando próximo  a uma praia escura eu o vi, ele estava lá, encostado a uma ?rvore, pra?a cheia de árvores, escura mesmo.

Ele me chamou, e eu fui. Gelado, mas louco de tesão. Ele mandou eu descer da bike, não  fazia cerimônia, mandou eu me aproximar, e como se advinhando me disse: estou ao seu dispor. Como nao respondi, ele me pegou pelo braço  me encostou na àrvore, me abraçou  por trás, passava a barba na minha nuca, no pescoço  a eu sentia o volume da pica dele na minha bunda, ele sarrava. Pronto, estava ali, era o que eu reprimia, eu amei, falava o nome dele, repetia. Ele me virou de frente, abriu a o ziper a retirou a pica, colocou-a na minha mão  grande, grossa, quente, e ordenou: chupe gostoso. Sem saber, pois nunca tinha feito, me ajoelhei, segurando, e comecei a chupar, chupava e adorava. Mordia de leve, e ele comeceu a me chamar de branca, branca safada, puta safada, e eu amava. Chupei loucamente.

Ele me pos de pe, me fez apoiar as maos na arvore, retirou meu short, se abaixou e passou a beijar minha bunda, mordia, passava a lingua, estava lubrificando meu cu com saliva. Levantou, passou muita saliva na pica, e colocou a cabeça  mexendo, esfregando, ai, que delícia. For?ou um pouco, doeu, retirou, mais saliva, e ele introduziu a cabe?a, doeu, mas eu amei, e acabou penetrando, e esta penetração  foi o momento da minha vida. Me fodeu, o tempo todo dizendo: branca safada, ai que loucura, mandava eu rebolar, mexer, eu o fiz. Ele se segurava com as duas mãos , e eu me sentia dele, era dele. Meteu muito, estourou me cu, e na hora que ia gozar retirou a pica, mandou eu me virar, me abaixar, abrir a boca, e gozou ma boca. Gozou na minha cara. Me levantou e disse: branca gostosa, vou te comer sempre.

E se foi, me pegou mais três  vezes. Em todas eu amei. Depois sumiu. Mudou-se, não  sei. Segui minha vida, nunca mais dei o cu para ninguem. Casei, e fodia minha mulher pensando nele. Me masturbo ate hoje, sozinho, falando o nome dele!

3699 views

Contos relacionados

Estrupado no quartel

Estrupado no quartel Eu sempre fui gay e do tipo com a bunda bem grande. Sempre tive vontade de servir o exército, sempre tive vontade de subir dentro da instituicao militar . Mas nunca fui...

LER CONTO

Fudendo o cu do sobrinho, rosadinho e gostoso

Depois que levei rola gostosa do meu sobrinho ele ficou de 4 no sofá, pediu, vem tio agora quero sentir sua pica toda detro de mim, lambi seu cu rosadinho, quando vi que estava no ponto, encostei a...

LER CONTO

Trilha com vizinho coroa

O conto erótico Trilha com vizinho coroa Oi tudo bem !!!!! É a primeira vez que escrevo neste site. Tenho mais de vinte contos em outro site. O que vou contar realmente aconteceu comigo e um...

LER CONTO

Meus amigos me foderam

Meus amigos me foderam Ola, meu nome é PedroMeus amigos me foderam, tenho 15 anos, sou alto, magro, tenho um pau de 17 centimetros, cu rosinha e arrombadinho (eu gostava de dar o cu pro meu primo e...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 1 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos