Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos Cornos » FUI CORNO QUANDO NAMORAVA E ATÉ NA LUA DE MEL.

FUI CORNO QUANDO NAMORAVA E ATÉ NA LUA DE MEL.

Publicado em 29/03/2023 por fernandes silva brito

COMECEI A SER CORNO NO NAMORO 1° PARTE: Me chamo Fernandes, tenho 58 anos, 1:75, 90 kg, Luciana, que é hoje minha esposa é conhecida por Lú, tem 40 anos,1:60, e 62 kg, nova e muito fogosa, enquanto isso, eu tenho um problema de saúde (diabetes) além da idade que só consigo dá uma por semana e olhe lá. Tudo começou a 1 anos atrás quando fui fazer umas compras na loja onde ela trabalhava na nossa cidade, quando cheguei ela me atendeu muito bem, nessas compras gastei um bom dinheiro, ela se empolgou muito devido a comissão que ela iria receber, e nesse atendimento eu me simpatizei com ela, só que descobrir que ela tinha o seu namorado, que inclusive tinha começado recentemente, mesmo assim fiquei paquerando ela por um bom tempo, desse dia em diante passei a andar varias vezes na loja, sempre mantinha contato com ela, até que num certo dia fui próximo do horário de almoço dela, cheguei e fiquei conversando até que deu o horário e foi aí que fiz o convite para ir almoçar comigo, ela aceitou e fomos, e foi nesse almoço, e durante esse almoço foi que pegamos o contato um do outro e ficamos conversando sempre pelo zap, eu sempre via no status ela em festas, era quase todos os finais de semana, e num certo dia eu vi uma frase no status dela que aparentava que eles tinham terminado o namoro, foi a partir desse momento que tratei de investir e passei a convidar ela para festinhas em bares onde tinha voz e violão, e assim terminei conseguindo iniciar o namoro, tudo ia muito bem, eu já estava apaixonado por ela, e num sábado, peguei ela no trabalho, fomos a um restaurante, almoçamos e depois fomos pra casa, dormimos a tarde, quando anoiteceu ela me chamou para irmos a um pagode, como não gosto de festas com essas musicas, falei que não estava afim, ela então ficou calada e ficamos namorando até umas 22:00 horas, depois me despedi e fui para casa, e geralmente, mesmo depois que eu saia da casa dela, conversávamos por telefone até irmos dormir, e nessa noite ela só me mandou um beijo e disse que iria dormir, na manhã do domingo eu fui logo cedo na casa dela, quando me aproximei tinha um carro parado enfrente a casa, aquilo já me chamou a atenção, então liguei pra ela varias vezes e nada de atender, e quando pensei em ir até lá, ela me liga, pedindo desculpas dizendo que não ouviu porque estava dormindo, então chamei para passar o dia juntos, ela concordou e aí mandei ela se aprontar que passaria lá, minutos depois eu vejo uma mulher e dois caras saindo de dentro da casa dela, entraram no carro e foram embora, retornei pra casa e fui me arrumar, alguns minutos depois da minha ligação eu segui para lá, ao entrar, ela me deu um beijo, e notei que ela tinha bebido, fingir que não tinha percebido, ela entrou no quarto e fui atrás, enquanto ela terminava de se aprontar eu fui ao banheiro, e lá vi dois preservativos usados no fundo do cesto de lixo, pensei: ela transou com algum daqueles caras, sair do banheiro calado mas com maior tesão, fiquei na dúvida em relação a outra mulher, então deixei meu celular de proposito encima da cama e sair, quando chegamos no carro, falei que tinha esquecido o celular e retornei para pegar, ao entrar, fui no quarto de hospede e ao entrar vi mais preservativos debaixo da cama, foi ai que tirei a dúvida, elas tinha transando com eles, peguei o celular e fomos embora, passamos o dia juntos, como só ela que bebe cervejas, vez em quando ouvia chegar mensagens no celular de Lú, ela olhava pra mim desconfiada, e num certo momento em que ela foi ao banheiro, eu aproveitei que o celular não tinha sido ainda bloqueado e vi algumas mensagens, era um cara por nome de Rodrigo que mandava as mensagens, numa delas perguntava se ela tinha gostado da noite  e se queria mais, e em uma outra mensagem falou que a noite iria dormir com ela novamente, como ela não respondia, ele não enviou mais, assim que ela retornou do banheiro, eu fui também, e de longe eu vi ela enviando mensagens, imaginei que devia ser pra ele, e assim ficamos até ao anoitecer, deixei ela em casa e fui pra minha, quando cheguei em casa fui arquitetar um plano para flagrar, como eu tenho uma das chaves da casa era fácil de entrar, por volta das 20:00 hora eu chamei um UBER, chegando lá desci próximo de uma pracinha na entrada da rua e fiquei aguardando, vez em quando olhava e nada de carro, já se passava das 23:00 horas quando avistei o carro parando na porta da casa de Lú, nesse momento sentir uma tesão fora do normal pra minha idade e condições de saúde, uma tesão de um jovem de seu 18 anos, meu coração batia aceleradamente, já era mais de meia noite eu desci pra lá, abrir o portão e fui bem devagar pelo corredor até a parte de trás da casa, e pelo vidro do quarto vi que não estavam lá que estava escuro, ao lado do quarto eu vi a luz da cozinha ligada, fui lentamente até a janela da cozinha, subir numa cadeira e vi Rodrigo sentado nu, e minha futura esposa com a calcinha afastada, sentada ao contrario com o pau dele dentro dela, enquanto ela fazia os movimentos de ir e vir, ele chupava os seios dela, nessa hora não perdi tempo, tratei de bater uma punheta assistindo a mulher que amo transando com outro, ficaram transando uns 10 minutos foi quando ele tirou Lú de cima dele, tirou a calcinha e colocou ela na beirada da mesa, em seguida ele foi se aproximando e meteu dentro dela, segundo depois ela começa a gemer e mandar ele meter com força nela, nessa hora gozei antes deles, depois fiquei alisando o meu pau todo melado e assistindo ele comer minha namorada, pouco tempo ela começou a tremer e gritar que estava gozando, em seguida foi a vez dele gozar também, depois que ambos gozaram ficaram um tempinho se beijando abraçados e depois saíram para o banheiro, quando eles seguiram, eu levei a cadeira até a janelinha do banheiro só ouvir o que eles falavam, já que não tinha como vê se eles transando, subir novamente na cadeira e ouvia bem os estalos deles se beijando e o barulho da à água escorrendo, assim que terminaram o banho foram para o quarto, como a janela estava fechada, tive que me contentar com os sussurros deles conversando, vez em quando os sorrisos até que silenciou, foram dormir, aguardei um tempo, abrir a porta da cozinha e fui até o quarto dela, a luz continuava ligada e vi ela nua com o lençol no rosto e Rodrigo também nu dormindo de conchinha com Lú, retornei para o lado de fora e me deitei no chão ao lado da janela para ver se iria transar novamente, tirei um bom cochilo quando acordei com ela gemendo, olhei o sol estava começando à nascer , foi ai que tive a coragem de entrar novamente pela porta da cozinha para assistir melhor, ao chegar na porta do quarto, vi minha amada de quatro e Rodrigo metendo nela, Lú gemia, mandava meter com força que estava gostoso, ele metendo nela e eu batendo mais uma

punheta, com mais alguns minutos ela gritou e gozou mais uma vez, quando ela terminou de gozar, ele deitou ela com a bundinha pra cima e deitou em cima metendo novamente na bucetinha de Lú, e com uns minutos ele passou a urrar e gozar, foi aí que ela mandou ele gozar fora, ele dessa vez ele não tinha usado preservativo e gozou um pouco dentro dela, o restante por cima do cuzinho, depois ficou roçando o pau da bucetinha para o cuzinho, sair as pressas e fui pegar outro UBER para ir pra casa, ao chegar em casa esperei dá 08:00 horas e liguei pra ela pra dizer que iria levar ela no trabalho, quando cheguei lá ela estava no banho e a cama desarrumada e um cheiro muito forte de sexo, quando ela saiu do banho enrolada na toalha, joguei ela na cama, tirei a toalha e fui chupar a bucetinha dela, e observava o quanto estava aberta, ela começou a sentir tesão, só que eu estava saciado e também não conseguia levantar meu para para comer ela.

Ajude a manter a página Club Dos Contos Eroticos, faça uma doação em PIX [email protected], SUA AJUDA É MUITO IMPORTANTE.

1385 views

Contos relacionados

Sandrine se esbaldando ao ser sodomizada

Joel percebe que a jovem advogada, Dra. Sandrine, tem pouco traquejo ainda, mas poderia lhe causar algum problema de ordem administrativa. Ao mesmo tempo, a petulância dela e a exorbitância que ela...

LER CONTO

Corno arrependido

Boa noite, Hoje vim aqui compartilhar meu desabafo. Sou casada e muito feliz com meu marido, temos uma relação amigo, companheiro, confidente e tinhamos de putos juntos. Meu marido tinha uma pira...

LER CONTO

Meu marido estava bebendo e falou uma besteira

Ouça o conto erótico Meu marido estava bebendo e falou uma besteira Meu marido estava bebendo e falou uma besteira Vou contar o maior segredo nas nossas vidas minha e do meu esposo. Somos...

LER CONTO

Nosso Padrinho 5

Conto erótico  Nosso Padrinho 5 , em áudio. Vou nos apresentar, meu nome é Marcos tenho 44 anos 1,80m e 100kg cabelos e olhos claros, ela Cristina 39anos 1,75m 70kg cabelos pretos olhos...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 5 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos