Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos fetiches » Fisting com Roberta

Fisting com Roberta

Publicado em 04/07/2023 por Fatpimp

Mais um conto real pra vocês

Roberta e eu curtiamos nossa amizade colorida loucamente. Íamos à motéis e casas de swing, tudo idéia dela. Numa das putarias que fizemos, vi Roberta ser fodida por três homens ao mesmo tempo. Enquanto eu trepava com uma morena muito gostosa.

Roberta dizia que nunca se sentiu tão bem amada na vida, que tudo isso só aconteceu depois de começar comigo.

Numa sexta-feira, eu estava quase saindo do trabalho, quando ela me mandou uma mensagem pedindo pra me encontrar na casa dela. Estava com umas ideias e queria por em prática.

Fui pra casa dela, quando cheguei ela estava toda gostosa, só de calcinha com uma camiseta por cima.

– Oi, meu negrão gostoso… tava com saudade de ti!

Me deu um beijo e sentou comigo no sofá para conversar.

– Deixa eu te mostrar uma coisa que eu vi e tô com o maior tesão de fazer.

Ela pegou o notebook e me mostrou um vídeo de anal fisting, onde uma mulher tinha o cu penetrado pela mão de outra mulher.

– Tu quer mesmo fazer isso? Tem certeza?

– Tenho. Mas só faço se for contigo. Afinal, tu é o meu parceiro oficial de putaria.

Ela me contou que estava com essa ideia já fazia um tempo. Que até andava brincando no cuzinho com um consolo que tinha comprado numa sex shop.

– Safadinha. Nem me contou.

– Queira fazer uma surpresa pra ti.

Começamos a nos beijar. Em segundos já estávamos nus. Roberta me levou pro quarto dela.

– Hoje a nossa putaria é aqui!

A gordinha ficou de rabo pra cima e me mostrou plug anal em forma de coração que ela estava usando, ficava lindo engolido por aquela bunda enorme.

– Olha só isso…

– Tira e come o meu cuzinho!

Brinquei com o plug no cu dela. Ela adorava aquilo. Deixei ela doida pra dar.

– Tu tá me deixando louca. Me come… fode o meu cuzinho!

Plantei a pica no rabo dela. Foda padrão, sem pressa. Num ritmo cadenciado, do jeito que a minha gorducha gostava.

– Essa piroca não perde a graça nunca. Adoro foder contigo, meu gostoso.

Roberta começou a gemer, seu gozo estava próximo.

– Assim, meu gato… fode esse cuzinho… tá vindo… eu vou gozar… me faz gozar na tua rôla…

Adorava vê-la gozando. Aquela baita mulher se desmanchando com o meu pau enfiado no cu.

– Que delícia. Tava bom demais! Tô até zonza…

Depois de gozar bastante, Roberta levantou da cama e foi até o armário. Trouxe o consolo e um tubo de lubrificante.

– Pronto pra foder meu cu com esse consolo?

– Com certeza!

O consolo era maior e mais grosso que o meu pau. Roberta já tinha usado, mas não tinha usado como eu iria usar nela.

– Negão, é pra me arrombar. Soca até quase entrar as bolas…

Ela ficou de rabo pra cima. Passei o lubrificante na entrada do cuzinho dela, espalhei com os dedos. Acabei enfiando dois dedos no cu dela.

– Ai… nossa… teus dedos são gostosos.

Fiz movimentos circulares e a putinha já começou a gemer.

– Que delícia… mete mais!

Tirei meus dedos e peguei o consolo. Sem dó, afinal o cu não era meu. Em dois segundos, já tinha enfiado a cabeça do troço pra dentro. Roberta rebolava a bundona.

– Até aí, eu já botei… soca o resto, negão… me arromba!

Fui fodendo o cu dela com o consolo. O lubrificante ajudou bastante. Roberta sem perceber, já estava com mais da metade do cacete de borracha enfiado no cu. Ela gemia e mordia o travesseiro. Eu socava o bagulho sem parar.

– Tá me rasgando… mas eu quero mais… soca mais… soca tudo…

O consolo entrou todo. Deixei só as bolas pra fora. Roberta delirava e pedia mais.

– Tá todo no meu cu, né?! Que delícia… agora mete o teu pau na minha buceta… que nem aquele dia na festa… me fode, negão… me arromba!!

Soquei a piroca na xoxota da minha gata gorducha. Ela adorou. Aquele bucetão de gorda era gostoso pra caramba.

– Vai… me fode todinha… como e bom ser a tua putinha!!

Aquilo tudo me deixou muito excitado. Tão excitado que não aguentei foder ela muito tempo. Meu pau já queria cuspir leite pra fora.

– Eu vou gozar, Roberta… eu vou gozar!!

– Goza na minha boca… goza na minha boca!!

Meti meu pau na boca da gorducha e larguei um load e tanto. Minha putinha mamou tudo.

– Quero mais… agora eu quero que tu tente meter a tua mão em mim.

– Tem certeza, bebê?

Tenho, sim… eu quero sentir tua mão enfiada no meu cu!

Roberta ficou de 4 de novo, passei mais lubrificante no cuzinho dela. Passei na minha mão também.

Como ela já tinha gostado de dois dedos no cu, já fui logo metendo três. Fazia um vai e vem devagar. Depois de alguns minutos, enfiei o quarto dedo, ela não estranhou, mas já começou a gemer.

– Tá gostoso… não para… mete mais… mete mais…

Fiz um bico de pato com a mão, o famoso silent duck e comecei a socar. O cu dela já estava bem largo. Passei mais lubrificante e meti com mais força. Já não via mais os meus dedos.

– Já entrou tudo? Tô me sentindo arrombada…

– Ainda não, bebê… não quer desistir? Já foram 5 dedos…

– Não para… mete tudo… mete a mão toda!!

Atendi aos pedidos dela e comecei a fazer movimentos circulares com os 5 dedos metidos no cu dela. Forcei do jeito certo e pum… minha mão entrou toda no cu dela. Roberta deu um grito.

– Aaaaiiiii… filho da puta…. aiiii…. entrou tudo… entrou tudo agora…

Deixei ela se acostumar. Beijava a bunda dela, fazia carinhos. Depois que ela se acostumou, comecei a socar de novo. Ela gemia, mas agora era de prazer. Estava realizada com seu feito.

– Soca forte agora… arromba a tua gorducha!!

Fiz a minha gorda berrar de prazer socando minha mão no cuzinho dela. Me ajeitei numa posição melhor, onde podia socar no cu dela com força, Roberta gozava pelo cu e pela buceta. Sua xoxota pingava mel.

– Me leva pra frente do espelho. Quero ver o teu braço enfiado no meu rabo.

Conseguimos sair da cama sem tirar minha mão do cu dela. Roberta parou de lado pro espelho e pôde me ver com a mão metida em sua bunda. Achou o máximo.

– Max, depois tira uma foto. Eu quero guardar de recordação.

– Pode deixar, bebê. E agora, o que tu quer?

– Vamos voltar pra cama. Tira a mão e mete o pau. Me fode até gozar no meu cu.

Quando tirei a mão, seu ficou bem largo. Nem sabia se ela ia sentir alguma coisa. Mas ela sentiu.

– Isso… fode o meu cu arrombado com esse pau gostoso.

A putinha ainda gemia de prazer. Eu socava forte no rabo dela. Depois de uns dez minutos, gozei tudo no cuzinho dela. Roberta deitou de ladinho e forçava a porra pra fora do cu. A porra que saía, ela pegava com os dedos e lambia.

– Ai, negão… que foda gostosa.

– Como tá essa bunda?

– Me dá meia hora e tô pronta pra outra.

Fodemos muito naquela noite. Fizemos mais fisting anal, fodi ela ela em todas as posições possíveis. Roberta tomou porra a noite toda e ainda queria mais porra quente de manhã, acordei com ela me chupando.

– Me dá leitinho? Tô com fome…

Que gordinha safada.

Espero que tenham gostado de mais uma história real.

Até mais!!

825 views

Contos relacionados

Namorada fez eu descobrir o prazer da inversão !!!

Olá pessoal  !!! Vou relatar uma história real do meu relacionamento com minha esposa. No início do nosso namoro ambos com 19 anos de idade, eu era um jovem muito sistemático, ela já um...

LER CONTO

UM FETICHE, MINHA FÊMEA, O GAROTO E EU.

Somos um casal apaixonados, ela uma mulata linda, 1,72cm de altura, mais parece aquelas deusas das passarelas da Sapucaí. Vamos chamá-la de LINDA(e ela é mesmo) Seios médios, imponentes, uma ...

LER CONTO

Tesão em ser corno, convenci minha esposa a fuder com meu amigo

Há algum tempo vendo videos de homens deixando sua mulher ter prazer com outros homens, me peguei de pau duro, isso foi tomando conta e comecei a imaginar minha mulher transando com outro, bati...

LER CONTO

Casal submisso goza na minha mão – I

Conto erótico  Casal submisso goza na minha mão - I  , em áudio. O telefone tocou, e olhando quem ligava já me enervei. - Já falei para não me ligar por aqui. - Desculpa, desculpa, ...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Lu gostoso DF 19/07/2023 13:30

    Lu DF Gulos0 tarado Belo Homem sugador de tetas/seios moro em Brasília/DF. 50 anos, branco, alto, em forma, elegante bom nível social e educacional, divorciado, amante da sublime arte da amamentação adulta/lactofilia/mamães lactantes ou não que desejam alimentar um verdadeiro BB adulto. Sou amante das técnicas de ordenha, amo ordenhar, massagens, sugar, chupar, mordiscar e beijar. BB ama que a mamãe cuide dele todinho…. beijos e troca de energia total com seriedade e carinhos, saber vivenciar o Ato da Amamentação com prazer e carinho total. Amo Mulheres adeptas AO MARAVILHOSO SEXO ANAL, sou FETICHISTA e Experiente em FISTING, Mulheres seletas acessem. Somente mulheres que amam este fetiche e sentem na essência Mulher que necessitam amamentar um Bb Adulto. Contato email: [email protected] lá trocamos telefone whatsapp direto. Brasília e região Go. Sugadas, beijos e mordiscadas do BB*- * Sugador/Amante

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos