Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Club dos contos eroticos » Contos zoofilia » EU E TITIA, CADELAS DO MESMO MACHO!

EU E TITIA, CADELAS DO MESMO MACHO!

Publicado em 13/06/2024 por Meline Silva

Conto erotico EU E TITIA, CADELAS DO MESMO MACHO!

… SENTADA NO VASO SONOLENTA ARRANQUEI A CALCINHA ENQUANTO FAZIA XIXI POR ESTA MOLHADA FICANDO ESTASTICA AO OUVI GEMIDINHOS VINDOS DO QUINTAL, SORRATEIRAMENTE FUI LÁ PENSANDO EM VER TITIA E SEU NOVO NAMORADO FAZENDO BUBIÇA, PORQUE NÃO RESPEITAM HORA E LUGAR PARA SE PEGAREM ME FRUSTRANDO PORQUE AO ABRIR O PORTÃO DERRUBEI A LATA DE RAÇÃO FAZENDO BARULHO E ENQUANTO ARRUMAVA A BAGUNÇA QUE FIZ, DEI DE CARA COM TITIA, QUE MUITO SEM JEITO E NERVOSA FALOU QUE ESTAVA COLOCANDO COMIDA PARA O CACHORRO E RECOLHENDO A TOALHA DO CHÃO, PARECENDO TER PRESSA DE ME TIRAR DALI, PUDE NOTAR QUE TITIA ESTAVA SÓ DE CAMISOLINHA, SEM NADA POR BAIXO TENDO DIFICULDADE DE TIRAR SEU CACHORRO DE MIM QUE NOS SURPREENDEU ME FAZENDO ENCOSTAR NA PAREDE PARECENDO QUERER ME HIPNOTIZAR COM SEUS OLHOS GRANDES E NEGROS, ME FAZENDO ESTREMECER NUM MISTO DE SENSAÇÕES MARAVILHOSAS, MEDO E SURPRESA PORQUE SEU FOCINHO ESTAVA ENTRE MINHAS PERNAS COM SEU NARIZ GELADO TOCANDO BEM ENCIMA DE MEU GRELINHO ENQUANTO SUA LÍNGUA QUENTE E ÁSPERA PASSAVA DE MEU CUZINHO ATÉ A XOXOTINHA FAZENDO A CALCINHA ENTRAR MAIS ATÉ SENTIR O FRIO NA BOCETINHA QUANDO TITIA CONSEGUIU LEVAR ELE EMBORA CHAMANDO O DE CACHORRO MAU COM ELE PULANDO NELA FAZENDO MUITA FESTA ME DEIXANDO DE BOCA ABERTA AO VER AQUELE VERGALHÃO ENORME E VERMELHO QUE ELE SENTAVA VEZ OU OUTRA PARA LAMBER COM TITIA ME LEVANDO AS PRESAS DALI.

ME SENTIA POUCO A VONTADE COM TITIA QUE EVITAVA FICAR SOZINHA COMIGO DANDO PARA VER MEDO EM SEUS OLHOS DE EU PERGUNTAR ALGUMA COISA ENQUANTO ME ESFORÇAVA MUITO PARA ESQUECER O ACONTECIDO PORQUE DAVA VONTADE ATÉ DE MIJAR NA CALCINHA QUANDO LEMBRAVA DAQUELE CACETÃO FICANDO LOUQUINHA DE CURIOSIDADE E TESÃO IMAGINANDO SE ELE CABERIA TODO DENTRO DE MIM.

NUMA NOITE MAMÃE ME ACORDOU AS PRESSAS AVISANDO QUE ME DEIXARIA NA CASA DE VOVÓ PORQUE TITIA ESTAVA NO HOSPITAL COM VOVÓ E ISSO ME FEZ REVIVER SENSAÇÕES QUE ME FIZERAM ESTREMECER, TANTO É QUE ASSIM QUE MINHA PRIMA FOI DORMIR ME DEIXANDO SOZINHA, NÃO CONSEGUINDO NEM PENSAR DIREITO FUI PARA O QUINTAL SÓ DE CAMISETA E CALCINHA ME ARREPENDENDO DE TER SOLTADO O CACHORRO QUE PULANDO O MURO SUMIU NA RUA ME DEIXANDO PREOCUPADA E COM O CORAÇÃO PARECENDO QUERER SAIR PELA BOCA, FUI PARA A CALÇADA MESMO COM O ENORME MEDO QUE TOMAVA CONTA DE MIM, DEIXANDO MEU CORPO TREMULO COM A SENSAÇÃO DA BOCETINHA PARECENDO INCHADA E FORMIGANDO MELANDO MINHA CALCINHA COM LIQUIDOS QUENTES EXPELINDO DELA E QUASE TENDO UM ORGASMO PORQUE A SENSAÇÃO DE ESTAR EXPOSTA SÓ DE CALCINHA E CAMISETA NA RUA ME EXCITAVA DEMAIS E QUASE MIJANDO NA CALCINHA DE MEDO E TESÃO, CORRI PARA O QUINTAL TENDO QUE ME ABAIXAR ATRÁS DA MURETA E COM O CU NA MÃO COM O MEDO DOMINANDO MEU SER FIQUEI ESTASTICA AO VER O CARRO DE TITIA ENTRANDO NA GARAGEM E ESTREMECENDO SEM SABER O QUE FAZER QUANDO O CACHORRO CHEGOU NÃO SABENDO SE CHEIRAVA MINHA BUNDA OU MONTAVA EM MIM ME DEIXANDO SEM AÇÃO PORQUE SEU CACETE MELAVA MINHAS NADEGAS E PERNAS COM CUTUCADAS VIGOROSAS COM ELE ALUCINANDO QUERENDO ENTRAR EM MIM DE QUALQUER JEITO.

DELIRAVA NUM MISTO DE MEDO E ANGUSTIA ENQUANTO AQUELA LÍNGUONA, QUENTE, ÁSPERA E MOLHADA PASSAVA DE MINHA BOCETINHA ATÉ MEU CU FAZENDO A CALCINHA ENTERRAR MAIS ENQUANTO O FOCINHO GELADO FORÇAVA MEU CUZINHO E NÃO TENDO O QUE FAZER ME ENTREGUEI AO PRAZER REZANDO PARA TUDO O QUE ERA AJUDA, PERDIDA ENTRE O CERTO E PROFANO, COM A CARA APOIADA NO CHÃO SENTINDO O PISO FRIO PRECIONANDO MEUS SEIOS AINDA EM FORMAÇÃO, NUM GESTO DE LOUCURA TIREIA  CAMISETA DELIRANDO DE PRAZER PORQUE O CACHORRO INTENSIFICOU AS LINGUADAS QUE LEVAVA JUNTO MINHA CALCINHA COM LINGUADAS CADA VEZ MAIS RÁPIDAS PARA SORVER MEU PRAZER MISTURADO AO XIXI QUE DELIRAVA ENQUANTO MIJAVA NAQUELA LÍNGUA MARAVILHOSA, QUANDO ELE MONTAVA EM MIM, MELAVA A MÃO COM SEU PRAZER PORQUE TAMPAVA A XOXOTA DEVIDO AO MEDO DELE ME PENETRAR, QUANDO ELE ME LAMBIA, TIRAVA A CALCINHA DE LADO, POREM QUANDO ELE INTENSIFICOU AS LAMBIDAS METENDO SUA LÍNGUA DENTRO DE MINHA BOCETINHA, ESTREMECI NUM ORGASMO AVASSALADOR CHEGANDO A ESPIRRAR NA CARA DELE E AINDA DELIRANDO SENTI O ORGASMO INTENSIFICAR, MAIS AINDA COM ADORZINHA INCOMODA QUANDO ELE MONTOU EM MIM ME MATANDO DE PRAZER SENTINDO SUA PICONA INDO CADA VEZ MAIS FUNDO EM MINHA XOXOTINHA ME FAZENDO SURTAR DE PRAZER, TANTO É QUE FOI IMPOSSIVEL SEGURAR UM GRITINHO TENDO QUE MORDER A MÃO PARA ABAFAR MEUS GEMIDOS.

ESTAVA BOM DEMAIS SENTIR A BOCETINHA ARDER DE DESEJO COM SENSAÇÕES, COMO QUE CHOQUES DESCARREGANDO NELA DEPOIS DE PASSAR EM MEU CORPO E COM A VISTAS TURVAS E CHEIA DE LÁGRIMAS, GEMI ALTO QUANDO A GLANDE ESTOCOU MEU ÚTERO O QUE ME DEIXOU APAVORADA, MAIS POR NÃO PODER GRITAR DE DOR E PRAZER, MAIS DE PRAZER É CLARO E SENTINDO AQUELE CACETÃO CRESCER CADA VEZ MAIS DENTRO DE MIM, SENDO IMPOSSIVEL PENSAR EM ALGO A NÃO SER QUE ESTAVA BOM DEMAIS E ME ENTREGANDO DE VEZ AO MEU INVASOR DEIXEI A VERGONHA DE LADO MESMO NÃO CONSEGUINDO SEGURAR O CHORO CHEGANDO A SOLUÇAR DE TANTO PRAZER QUE PARECIA ME LEVAR ÁS NUVENS E ME SEGURANDO PARA NÃO GRITAR, TAMANHO TESÃO QUE AQUILO ME DAVA, DELIREI MAIS AINDA QUANDO ELE TENTOU SAIR DE MIM E MESMO ENTREGUE AO PRAZER MINHA PREOCUPAÇÃO ERA QUE ELE ME LIBERASSE PORQUE JÁ TINHA ME DEFLORADO, DEMORANDO A ME DÁ CONTA QUE ESTAVAMOS GRUDOS.

O PAVOR IMINENTE COMEÇOU A QUERER ME DEMONINAR PORQUE O MEDO DE ENGRAVIDAR ME APAVORAVA, POREM ESSES PENSAMENTOS USMIAM QUANDO SENTIA O CACETE ESPIRRAR PORRA DENTRO DE MIM, MISTURANDO MEDO PRAZER E TESÃO E GEMENDO ALTO A CADA ESGUICHADA QUE INUNDAVA MEU ÚTERO, ME SENTIA UMA CADELINHA TENDO CERTEZA QUE DORAVANTE FARIA DE TUDO PARA TER ELE DENTRO DE MIM MAIS VEZES , TENDO QUE ME CALAR E SEGURAR O CÃO NÃO DEIXANDO SAIR DE CIMA DE MIM AO VER MINHA MÃE DESCENDO DO CARRO SE VESTINDO COM O NAMORADA DE TITIA VINDO PARA CIMA DELA FALANDO QUE QUERIA MAIS E OUVINDO UM PLOFT COM O FRIO INVADINDO MINHA XOXOTA MELADA COM ELE ME FAZENDO GEMER ALTO COM GRITINHOS ME JOGANDO AO CHÃO QUANDO LAMBEU MINHA BOCETA, O QUE NÃO DEIXEI POR ESTAR MUITO SENSÍVEL E NÃO FOSSE O ESCANDALO QUE MAMÃE FAZIA ENQUANTO O NAMORADO DE TITIA ENRRABAVA ELA ENCIMA DO CARRO, TERIA OUVIDO MEU ESCANDALO.

ESTAVA QUASE DORMINDO, NUMA LEVEZA INCLIVEL TOMANDO MEU SER CONTEMPLANDO MEU INVASOR LAMBENDO SEU CACETÃO QUE ME DEFLOROU A POUCO, SENDO DESPERTADA PELO ESCANDALO DE MAMÃE QUE SÓ CONSEGUIU CONVENCER O NAMORADO DE TITIA SAIR DELA PORQUE JUROU NÃO DÁ NUNCA MAIS PARA ELE SE GOZASSE DENTRO DELA E SE DEBATENDO NÃO CONSEGUINDO FUGIR DELE, MAMÃE ACABOU TENDO MAIS UM ORGASMO MESMO RECLAMANDO PELO CARA ESTA COMENDO SE CU COM OS GEMIDOS DELE MISTURANDO SE AOS XINGOS DE MAMÃE POR ELE TER METIDO SEM PRESERVATIVO E ENQUANTO SE APLUMAVAM, O CARA CALOU MAMÃE COM UM BEIJO ARDENTE QUE ME DEU ATÉ CIUMES E AGARRADOS COM MAMÃE INSISTINDO EM TIRAR A MÃO DO CARA DE SUA BUNDA ENQUANTO RECLAMAVA QUE NEM PARA MEU PAI DAVA ELE, SE BEIJAREM GOSTOSO NA PORTA E ASSIM QUE SUMIRAMA PARA DENTRO DE CASA, FUI FECHAR O PORTÃO PEGANDO O SUTIÃ E CALCINHA DE MAMÃE QUE FICARAM NO BANCO DO CARRO E APROVEITANDO QUE O CÃO FOI BEBER AGUA, TRANQUEI O PORTÃO E SUMI DALI VENCENDO O DESEJO DE LEVAR ELE PARA MEU QUARTO.

ENTRANDO PARA MEU QUARTO, OUVI MAMÃE E O CARA CONVERSANDO ANIMADAMENTE NA COZINHA E MESMO OURIÇADA COM A CERTEZA QUE ELE COMERIA MAMÃE NOVAMENTE, FUI DORMIR ME SENTINDO A MAIS CADELINHA DE TODAS E COM A ALMA SORRINDO ME JOGUEI NA CAMA DORMINDO COMO PEDRA SENDO ACORDADA DIA SEGUINTE COM MAMÃE ME MEDICANDO PELA FEBRE ALTA ME PEDINDO PARA NÃO ME PREOCUPAR PORQUE VOVÓ ESTAVA BEM E MUDANDO DE ASSUNTO NÃO ME PERGUNTOU MAIS SE FOI EUE QUE HAVIA COLOCADO SEU SUTIÃ E CALCINHA NA ROUPA SUJA .

SINTO A BOCETINHA FORMIGAR DE VONTADE DE DAR NOVAMENTE PARA O CACHORRO DE TITIA E PARA PIORAR NEM QUERO PENSAR NA POSSIBILIDADE DE SER PARA OUTRO, O QUE SERÁ BEM MAIS FACIL, POREM QUERO ME ENTREGAR NOVAMENTE PARA MEU PRIMEIRO INVASOR MESMO PORQUE FOI ELE QUE QUE ME FEZ DE CADELINHA GANHANDO O CABAÇO DE MINHA XOXOTA E NADA MAIS DO QUE JUSTO ENTREGAR PARA ELE O DO MEU CUZINHO TAMBÉM PORQUE ELE FEZ POR MERECER ALE´M DO MAIS NÃO CONSIGO ESQUECER ELE.

BEIJOS. MELZINHA

361 views

Contos relacionados

Suruba com pitbulls

Suruba com pitbulls O tesão  da zoo com cachorro, dupla penetração  e buceta gozada!!! Bom o que vou relatar aqui é  real e foi uma das experiencias mais prazerosas que já  tive em...

LER CONTO

O cavalo montando na Ingride

“Minha nossa senhora, o quê eu fiz!? Eu estou louca! Com certeza! Chupando o pau dum cavalo! Me valha, meu deus! O que está acontecendo comigo? Eu preciso de ajuda... de ajuda de um psiquiatra....

LER CONTO

VIREI VADIA NA PICA DO CACHORRO.

Contos Erótico VIREI VADIA NA PICA DO CACHORRO. 2024 MINHA ´DESGRAÇA´ COMECOU QUANDO NAQUELA TARDE DEPOIS DO ENSINAMENTO RELIGIOSO, TIVEMOS QUE AMPARAR NOSSA AMIGA QUE DESOLADA NOS CONTOU EM...

LER CONTO

MARLI V/S BUCK

Oitenta e sete centímetros  de altura pesando quase  cem quilos, Buck um cão da raça dos Mastiff, era   um belo exemplar. Com seus  pelos negros reluzente, uma cabeça enorme, e uma tremenda...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 1 = ?
© 2024 - Club dos contos eroticos